Dissertation Writing service Buy Dissertation Online essay writing service cheap essay writing
bayan escort gorukle escort
escort bayan gorukle escort
Projetos de extensão - 2019 | UNIVERSIDADE FEDERAL DO AGRESTE DE PERNAMBUCO
 

Projetos de extensão - 2019

Projetos de extensão aprovados em 2019

Título:  INOVACOALHO - Oficinas para Inovar a produção familiar e artesanal de Queijo Coalho no Sìtio Queimadinha
Descrição: A seguinte proposta consiste em realizar oficinas de inovação na área do queijo, com vista a adaptar a produção de queijo coalho artesanal e ilegal, dentro das normas sanitárias vigentes. As oficinas serão direcionadas a toda a cadeia da produção leiteira, desde a plantação da palma, até a comercialização do queijo coalho. Esse projeto nasce a partir de uma demanda constituiída no Fórum Ítalo-Pernambucano de Pequenas Queijarias, organizado pelo SEBRAE, pela Agência de Desenvolvimento do Estado de Pernambuco (AD DIPER), pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) e pela Universidade Federal Rural de Pernambuco/Unidade Acadêmica de Garanhuns (UFRPE/UAG). sse evento reúniu representantes de organizações públicas, empresariais, pequenos e médios produtores, cooperativas, centros de pesquisa e universidades da Itália e de Pernambuco, a fim de debater as potencialidades e possibilidades de atuação bilateral na cadeia do leite e do queijo do Agreste Meridional.  O principal objetivo desta iniciativa foi: o intercâmbio de conhecimentos que possam se traduzir em inovação para as pequenas e médias queijarias; as parcerias formais e comerciais entre instituições públicas italianas e pernambucanas; a troca de experiências nas áreas da governança, pesquisa e inovação entre os territórios.    O Fórum Ítalo-Pernambucano de Pequenas Queijarias do Agreste de Pernambuco contou com a participação de uma delegação italiana composta por técnicos, empresários, pesquisadores e representantes de instituições públicas e diplomáticas, diretamente envolvidos com a área do desenvolvimento local e do queijo e do leite de vaca. 
Coordenador: Victor Netto Maia

Título: Feira de Ciências: um estímulo à cultura científica em escolas rurais de Garanhuns
Descrição: A educação do campo (escolas rurais) sofre diretamente com a falta de políticas públicas que visem o desenvolvimento científico nas instituições rurais, o que gera um prejuízo na aprendizagem e no despertar investigativo dos alunos e que, por sua vez, invisibiliza as possibilidades de busca por valorização do indivíduo e do ambiente no qual se encontram inseridos. Feiras de ciências desenvolvidas no ensino básico configuram-se em importante metodologia motriz de novas competências e habilidades em estudantes, além de gerar espaço de interação entre estudantes, professores e comunidade, o que favorece as relações interpessoais, bem como, a transposição de conteúdos educacionais para além dos espaços da escola. Ademais, estudo de ciências no meio rural proporciona maiores perspectivas ao indivíduo do campo ao despertar desenvolvimento crítico, concomitantemente à valorização de seu espaço social. O presente projeto  tem o objetivo de fomentar o interesse pela cultura científica em estudantes de escolas rurais de Garanhuns-PE por meio da elaboração de experiências (projetos científicos) que enfatizem as demandas locais. A equipe extensionista irá assistir a estudantes e professores do campo a elaborarem experiências científicas e expor o material produzido em feira de ciências aberta à comunidade no entorno das escolas contempladas. 
Coordenador: Tania Alen Coutinho

Título: Orientação de profissionais envolvidos com o abate de bovinos da microrregião de Garanhuns sobre a importância da adoção de práticas de bem estar animal no manejo pré-abate e abate humanitário sobre a qualidade da carne
Descrição: Este projeto visa diagnosticar as principais falhas no manejo pré-abate, sensibilizar e orientar os profissionais da microrregião de Garanhuns-PE direta ou indiretamente ligados ao abate de bovinos, sobre a importância da adoção de práticas de bem estar animal no manejo pré-abate e abate humanitário sobre a qualidade final da carne e, consequentemente,  as perdas decorrentes de tais falhas. Neste sentido, a proposta foi dividida em duas etapas. A primeira voltada à pesquisa diagnóstica e a segunda à atividade extensionista propriamente dita. A parte diagnóstica será realizada a partir da elaboração e aplicação de formulários específicos capazes de detectar as falhas e problemas encontrados nos abatedouros da região estudada, identificando as principais falhas no transporte de bovinos até os abatedouros da microrregião de Garanhuns, os fatores estressante que comprometam o bem estar animal, falhas estruturais e práticas agressivas que favorecem a ocorrência de lesões, a frequência de ocorrência de perdas decorrentes de falhas no manejo pré-abate. A segunda etapa estará voltada à sensibilização e orientação dos profissionais direta e indiretamente ligados ao abate de bovinos, sobre práticas de bem estar animal no pré-abate e sobre o emprego das técnicas para o abate humanitário e orientá-los sobre a importância do serviço de inspeção oficial realizado pelo Médico Veterinário nos estabelecimentos de abate. Pro fim, espera-se a obtenção de dados, que serão transformados em informações para uso das autoridades competentes, em prol de melhorias para o tratamento dos bovinos, com consequente melhora na qualidade da carne e promoção da saúde dos consumidores
Coordenador: Marcos Pinheiro Franque 

Título: Avaliação e implementação de boas práticas de manipulação de queijos e embutidos comercializados nas cidades circunvizinhas de Garanhuns-PE
Descrição: A comercialização de frios fatiados (queijos e embutidos) prontos para o consumo é muito comum em todas as regiões do Brasil. São produtos utilizados para a produção de lanches rápidos, pizzas e salgados, sendo que muitos deles são consumidos em sua forma in natura, sem sofrer nenhum tipo de tratamento térmico. A falta de higiene na manipulação durante o processo de fatiamento, comumente proporciona a contaminação e proliferação por micro-organismos. O equipamento fatiador de frios tem sido implicado em diversos estudos como sendo um dos principais fatores da contaminação dos frios por micro-organismos. Alguns microrganismos possuem a capacidade de formar biofilmes como estratégia para otimizar a sobrevivência e persistência no local, tornando-se mais resistentes às substâncias antimicrobianas e à remoção por agentes comumente utilizados para limpeza e sanificação dos equipamentos. Muitos destes micro-organismos são patogênicos e prejudiciais para a saúde da população, causando surtos alimentares, podendo levar até mesmo a morte dos indivíduos. Portanto, sendo esta uma atividade de alta relevância socioeconômica, a presente proposta visa atuar junto aos locais de venda de queijos e embutidos fatiados nos municípios circunvizinhos a Garanhuns-PE (Jupi, Jucati, Brejão), demonstrando a importância das boas práticas de manipulação e no fracionamento desses produtos aos manipuladores. A partir do diagnóstico dos problemas, ações poderão ser adotadas, voltadas principalmente à educação sanitária, para o conhecimento dos riscos microbiológicos e de boas práticas de manipulação, junto aos manipuladores destes tipos de alimentos.
Coordenador: Marcelo Mendonça

Título: A química de alimentos vai invadir sua escola
Descrição: O presente projeto visa difundir o estudo da química de alimentos aos estudantes do ensino fundamental de algumas escolas do município de Garanhuns, através da exposição de temas com ênfase na Ciência e Tecnologia de Alimentos. Pretende-se estimular a participação efetiva dos estudantes na construção da aprendizagem do tema, que favoreça a capacidade de reflexão e análise de determinadas situações na tomada de decisões para resolver problemas, através de experiências em química de alimentos observando os nutrientes básicos encontrados em diversos alimentos do cotiando, sendo a comunidade acadêmica uma facilitadora desse processo de aprendizagem.  O uso de metodologias ativas no ensino da química de alimentos permitirá estimular a participação efetiva dos estudantes na construção da aprendizagem baseada em problemas na área da ciência e tecnologia de alimentos.    
Coordenador: Luciares Costa de Araújo

Título: Processos de Retextualização e Escritura em Sala de Aula
Descrição: O presente Projeto de Extensão tem o objetivo de inserir, gradualmente, a circulação de Histórias em Quadrinhos(HQ) da Turma da Mônica(TM), nos 3º, 4º ou 5º ano do Ensino Fundamental da Escola parceira, para que, durante o ano letivo, possamos desenvolver atividades de leitura e oralização de quadrinhos, bem como o desenvolvimento de atividades de escritura e, em especial, retextualização de HQ pelos alunos. O primeiro momento será dedicado à apresentação das características do gênero em amplo aspecto, como a formação dos quadros,o passo a passo da narrativa,os balões,as onomatopeias,etc.;o segundo será composto de leituras individuais pelos alunos, em aula/casa, de várias HQ com episódios diferenciados, para que se apropriem da funcionalidade do gênero das HQ da TM, e da forma como a construção do texto se dá no decorrer das histórias que vão se formando no desenrolar das narrativas;o terceiro é o momento em que as crianças oralizam, contam, discutem e falam, em sala de aula,  sobre as HQ lidas, com auxílio e participação do professor e dos colegas; o quarto, será o momento em que, individualmente e/ou em dupla, os discentes vão produzir suas próprias HQ, a partir de HQ da TM que lhes serão apresentadas sem os balões e sem os textos escritos, para que eles possam inventar e construir a HQ da forma que entenderem melhor; e o quinto e mais importante, nessa sistemática, serão as retextualizações que serão feitas em duplas a partir de outros gêneros textual-escolares, como contos/fábulas/cordel e outros do mundo infantil.
Coordenador: Dennys Dikson Marcelino da Silva

Título: É mesmo possível ver uma célula? - Novas experiencias
Descrição: A mídia promove a divulgação constante de novas descobertas científicas. Apesar de manipulações de tecidos e células animais serem corriqueiramente praticadas, nem todos os indivíduos possuem um conceito sólido sobre células e seu metabolismo. Inúmeras aplicações deste conhecimento podem ser facilmente listadas: discernir sobre alimentos saudáveis para o corpo; evitar comportamentos de risco para aquisição de câncer; compreender a requisição médica e manter o tratamento; conhecer benefícios e malefícios de novas tecnologias como uso de células tronco, transgênicos e etc. Segundo o PCN do Ensino médio, os estudantes necessitam de uma formação que promova a capacidade de pesquisar, analisar e selecionar informações. Na maioria das escolas, práticas de laboratório são pouco frequentes, sendo uma ação eficaz para promover as habilidades mencionadas além de aguçar a curiosidade dos estudantes. Os professores de ensino médio enfrentam dificuldades para elaborar aulas práticas principalmente pela elevada carga horária e estrutura física inadequada. Com este panorama, o objetivo deste projeto de extensão é construir com os professores de Biologia de Ensino Médio atividades práticas com materiais alternativos para dinamizar a sala de aula. A metodologia de trabalho será a elaboração de cinco atividades práticas para aplicação em aulas do primeiro ano em escolas de Ensino Médio da cidade de Garanhuns, interior de Pernambuco. Antes e após as aulas serão aplicados questionários para a avaliação das metodologias e conteúdos aplicados.
Coordenador: Daiane Felberg Antunes Galvão 

Título: A educação de surdos para além dos estudos linguísticos: a subjetividade e a formação social em foco
Descrição: Este projeto tem por objetivo, Desenvolver, colaborativamente, uma “escola formativa para surdos”, levando em consideração temáticas  sociais e históricas relevantes para a formação da consciência subjetiva destes, tendo por base metodologias visuais adequadas. Serão participantes deste projeto alunos surdos do ensino fundamental II e Ensino Médio, além de parceria que serão firmadas com professores, instrutores, intérpretes e licenciandos da UFRPE. Para lograr êxito nos objetivos lançados, serão formulados 8 módulos com temáticas específicas, as quais, serão desenvolvidas a partir de uma metodologia visual adequada para a comunidade surda. Visto isto, acreditamos que produzir questionamentos, práticas e pensar  colaborativamente  consiste em firmar o nosso compromisso social com os surdos que, muito além de uma educação que permita-os conhecer sua língua, envolva-os em suas respectivas totalidades, assim, transformando a realidade objetiva e subjetiva deste sujeitos.
Coordenador: Viviane Nunes Sarmento 

Título: Educação para promoção da saúde pública: do controle populacional ao bem-estar
Descrição: Devido à falta de informação da população sobre a importância do controle populacional e conceitos relacionados ao bem-estar animal, assim como a posse responsável, busca-se realizar uma interação entre comunidade acadêmica e população em geral, incluindo alunos de escola de educação infantil, envolvendo-os de forma didática e interativa sobre a temática citada. Objetiva-se agregar ao conhecimento desses alunos e da população carente a importância da vermifugação, vacinação, acompanhamento veterinário, pratica de exercícios, castração, bem-estar e cuidados com doenças de potencial zoonótico, respeitando suas necessidades básicas. Com o propósito de mostrar a importância da promoção da saúde animal para a sociedade como um todo, o projeto “Educação para promoção da saúde: do controle populacional ao bem-estar” pretende estender a prática de ensino e pesquisa para além das salas de aulas, com visitas as associações de bairros no município de Garanhuns - PE.
Coordenador: Sílvia Elaine Rodolfo de Sá Lorena 

Título: Ações educativas sobre a importância do uso consciente de antibióticos na clínica veterinária e saúde pública 
Descrição: A antibioticoterapia é usualmente utilizada como primeira opção no tratamento de diversas enfermidades na medicina veterinária e humana. Atualmente, uma variedade de drogas com princípios ativos diferentes são encontradas no mercado, tornando-se muito importante a avaliação da eficácia desses medicamentos frente aos microrganismos causadores destas enfermidades.  O uso indevido de medicamentos descartados inadequadamente pode levar ao surgimento de reações adversas graves, intoxicações, entre outros problemas, comprometendo decisivamente a saúde e qualidade de vida. Nesse sentido, o projeto tem como objetivo promover educação em saúde e bem-estar animal junto à comunidade do município de Garanhuns-PE acerca dos riscos inerentes ao uso indiscriminado, bem como descarte de antibióticos utilizados nos animais domésticos e a importância de consultar um médico veterinário para o uso racional de medicamentos.O levantamento será feito através de questionário onde a população responderá questões diretas e objetivas, assim como perguntas abertas sobre o tema em questão e sobre demais conhecimentos considerados relevantes para o diagnóstico de situação. visitas em escolas públicas de ensino de nível médio do município de Garanhuns e na visita ao Hospital Veterinário Universitário da Unidade Acadêmica de Garanhuns, onde serão repassados os resultados encontrados através de palestras seguida pela distribuição de folder para as orientações necessárias a conscientização do problema do uso indiscriminado e descarte de antibióticos utilizados em cães e gatos. 
Coordenador: Flávia Ferreira de Menezes 

Título: Conscientização e capacitação dos produtores de leite do município de Palmeirina/PE sobre medidas de prevenção e controle da mastite bovina
Descrição: A mastite se destaca por ser uma doença de grande impacto na pecuária leiteira, causando sérios prejuízos econômicos tanto para o produtor quanto para indústria de laticínios, além da perda da qualidade do leite e riscos à saúde dos consumidores em virtude da presença de microrganismos de alta patogenicidade e resíduos de antibióticos. Em virtude da grande importância socioeconômica que o leite representa para região e das condições precárias em que é produzido, faz-se necessária à adoção de medidas que contribuam para melhoria da atividade na região. Portanto, o presente trabalho tem como objetivo difundir as medidas de prevenção e controle da mastite bovina, através de orientações técnicas dos produtores e seus ordenhadores, sobre métodos de prevenção e controle da mastite, bem como treinamentos sobre técnicas de diagnóstico da doença e boas práticas na produção do leite. Espera-se que a realização desse projeto possa contribuir com a diminuição dos prejuízos causados pela mastite, possibilitando aos produtores a produção de leite de melhor qualidade, ofertando produtos mais confiáveis do ponto de vista de segurança alimentar e melhoria na qualidade de vida dessas pessoas.
Coordenador: Airon Aparecido Silva de Melo

Título: Gestão da Propriedade Leiteira: do tirador de leite ao empreendedor rural
Descrição: A presente proposta tem como objetivo acompanhar agricultores familiares na gestão de propriedades rurais de produção leiteira em Pernambuco. O acompanhamento será articulado com atividades de treinamento, palestras e análise de dados das propriedades que permitirão promover uma melhoria da produção de leite e da renda de cada produtor. Acompanhamento mensal, durante um período de 12 meses e de maneira individualizada 15 propriedades rurais produtoras de leite por estagiários (graduandos nos cursos de agrárias), um aluno bolsista de extensão rural que acompanhará as atividades de campo e ações de comunicação e extensão. Além desse acompanhamento mensal será realizado um dia de campo e o acompanhamento quinzenal de acesso dos produtores a Feira de Comércio Justo que vem sendo realizada na Unicap em Recife. Auxilio na melhoria das ações de comercialização e no acesso dos produtores. Assim o projeto pretende contribuir em toda a cadeia produtiva, desde a aquisição de insumos, produção na propriedade até o consumidor final. Colaborando com os produtores, com foco na juventude e com os consumidores com foco na qualidade de produtos. O processo de coleta de dados de custo de produção mensal permitirá um diálogo constante com o produtor para troca de saberes, a assistência individualizada e treinamentos coletivos com o grupo assistido e a comunidade do entorno. A inserção dos alunos nos desafios da gestão de propriedades rurais é um processo de aprendizado e para os produtores de aumento de eficiência, trazendo os filhos para o processo de gestão, com vistas a sucessão familiar.
Coordenador: Daniela Moreira de Carvalho

Título: Assistência técnica, clínica e exames de necropsia para pequenos produtores de caprinos e ovinos de Garanhuns, São João e Cachoeirinha - PE
Descrição: Será feita a assistência técnica, atendimento clínico e divulgação da necropsia, realizado no Setor de Patologia Veterinária do Laboratório de Anatomia e Patologia Animal da Unidade Acadêmica de Garanhuns/UFRPE para pequenas propriedades rurais nos municípios de Garanhuns, São João e Cachoeirinha, estado de Pernambuco, nas quais haja produção de caprinos e ovinos. A assistência técnica e o atendimento clínico, visa tecnificar a criação e minimizar as perdas  da caprinovinocultura, juntamente com a necropsia que visa auxiliar na investigação das principais doenças de caprinos e ovinos que estão ocorrendo na região. As atividades, serão realizadas ao longo de todo ano de 2019 pela equipe executora. Associada a estes serviços serão dadas recomendações sobre melhorias no manejo dos animais, quanto a alimentação, medicação, sanidade e informações sobre as principais doenças diagnosticadas através das necropsias. A divulgação será feita através de panfletos confeccionados pela equipe executora e distribuído nas propriedades e em associações de pequenos produtores de caprinos e ovinos das cidades mencionadas.
Coordenador: Márcia Bersane Araújo de Medeiros Torres

Título: Jogos Pedagógicos em Rotulagem  de Alimentos
Descrição: O projeto consiste na elaboração de jogos físicos e virtuais para difusão de temas relacionados à Rotulagem de Alimentos. Inicialmente serão realizadas pesquisas bibliográficas sobre o tema; jogos lúdicos na atividade didática e registros de experiências do uso de jogos físicos e virtuais no aprendizado de conteúdos. Assim, serão obtidos dados e informações necessárias para a segunda etapa do projeto. Em seguida serão produzidos os jogos, levando-se em consideração as informações obtidas na pesquisa, a fim de torná-los mais eficazes em seus objetivos. Será realizada a apresentação e aplicação dos jogos, contando com um prévio ensino sobre o assunto abordado, tornando, assim, melhor o desempenho e aprendizado dos participantes. Por fim, espera-se que os conhecimentos adquiridos, tanto dos membros do projeto quanto do público alvo de aplicação, sejam estendidos para além da  área acadêmica, haja vista a grande importância e aplicação dos assuntos em questão.  
Coordenador: Silvana Nazareth de Oliveira

Título: Treinamento de boas práticas de manipulação de alimentos para comércio ambulante de Garanhuns-PE
Descrição: A segurança alimentar é um desafio atual e visa a oferta de alimentos livres de agentes que podem por em risco a saúde do consumidor, quando todas as pessoas, em todos os momentos, têm acesso físico e  econômico a uma alimentação que seja suficiente, segura, nutritiva e que atenda às necessidades nutricionais e preferências alimentares, de modo a propiciar vida ativa e saudável. A legislação em segurança do alimento é geralmente entendida como um conjunto de procedimentos, diretrizes e regulamentos elaborados pelas autoridades, direcionados para a proteção da saúde pública. No Brasil, apesar de existirem alimentos com padrões de excelência comparáveis aos produzidos nos países do Primeiro Mundo, ainda existem problemas que comprometem a qualidade e apresentam riscos à saúde humana. A falta de  conscientização, conhecimento e investimentos nos pequenos estabelecimentos de alimentação geram baixas qualidades do produto comercializado. A caracterização das condições de produção e de fatores que podem interferir na qualidade dos alimentos, como manejo, instalações, utilização de BPF e POPs, possibilita um diagnóstico de potencialidades e necessidades de cada setor, e serve como orientação para profissionais, o que facilita o  desenvolvimento do setor alimentício nas esferas de qualidade. Neste sentido, este projeto tem como objetivo reduzir ao máximo os riscos relacionados a má manipulação dos alimentos na cidade de Garanhuns-PE, utilizando-se de ferramentas de qualidade, de acordo com a legislação vigente, para avaliar e trabalhar em conjunto a população do município para que se obtenha alimentos com qualidade e segurança para a comunidade.
Coordenador: Gerla Castello Branco Chinelate

Título: Orientação e incentivo à apicultura e preservação das abelhas para obtenção de renda em comunidades rurais, Garanhuns-PE.
Descrição: A apicultura é uma atividade agropecuária com bastante desenvolvimento nos últimos anos, principalmente na região Nordeste. Na sua essência, a atividade apícola está apoiada firmemente em três bases da sustentabilidade: Na base ecológica, justificando que não é necessário erradicar a paisagem natural para a criação de abelhas; no sustentáculo social, com a geração de empregos e consequente contribuição para fixação do homem no campo; no suporte econômico, diversificando os trabalhos na propriedade familiar e constituindo-se como importante fonte de renda. A atividade apícola em Pernambuco é praticada nas regiões Metropolitanas, Zona da Mata, Agreste e Sertão, sendo este último o principal responsável pela produção de mel no Estado. No Agreste, a apicultura é uma atividade que está no seu estágio inicial e o seu desenvolvimento vinha ocorrendo de forma mais significativa nos últimos anos. Entretanto, os longos períodos de estiagens ocorridos afetaram seu crescimento, proporcionando altos índices de perda de colônias de abelhas e, assim prejudicando centenas de apicultores, que tinham na atividade uma fonte extra de renda. Portanto, toda ação que contribua para reerguer a apicultura e retomar o seu desenvolvimento é de grande valia. Por outro lado, é cada vez mais relatado o declínio de populações de abelhas em várias partes do mundo. A diminuição dessas abelhas representam perdas econômicas e ecológicas imensuráveis. Assim, o objetivo desse projeto visa incentivar a criação de abelhas e consequentemente a geração de renda, bem como preservar as abelhas através da retirada de colônias de áreas urbanas e manejá-las de forma racional.
Coordenador: Marcelo de Oliveira Milfont

Título: Informática, educação e acesso ao conhecimento: fomentando ensino com qualidade sociocultural e inclusão social nas escolas municipais de Garanhuns – PE
Descrição: Este projeto nasce da demanda apontada pela Secretaria Municipal de Educação do município de Garanhuns – PE no intuito de contribuir para a efetiva utilização da informática na educação nas escolas públicas do município de Garanhuns (PE), bem como viabilizar a continuidade dos projetos de extensão ‘Tecnologias da informação, comunicação e educação: potencializando os processos de ensino e aprendizagem’ (2016), 'Informática e multimídia na educação básica: intensificando a presença de softwares livres com foco educacional no município de Garanhuns (PE)' (2017) e ‘Informática nas escolas municipais de Garanhuns (PE): propiciando formação, acesso e inclusão digital’ (2018). Como ações projetadas enquanto continuidade encontram-se: oficinas de um turno com conteúdo específico; acompanhamento pedagógico dos estagiários; atualização da personalização do edUCA disponibilizada às escolas; implementação do canal de suporte técnico; criação do canal de acompanhamento a fim de avaliação; auxílio no uso dos UCAs e PCs nas escolas e UCAs itinerantes, pensando em um melhor aproveitamento dos recursos disponibilizados nos netbooks. Como resultados, esperamos contribuir com a melhoria da qualidade da educação oferecida no município, oferecer formação continuada a oitenta profissionais da educação do referido município no campo das tecnologias da informação e comunicação na educação, impactar indiretamente duas mil e quatrocentas pessoas, entre elas coordenadores(as) pedagógicas(os), professores(as), estudantes e os pais destes, implantar o sistema operacional GNU/Linux e dos softwares livres educacionais em treze laboratórios de informática das escolas municipais, entre outros.
Coordenador: Anderson Fernandes de Alencar

Título: PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA:  Capacitação Em Produção Sustentável Para Agricultores Familiares Do Agreste Meridional De Pernambuco
Descrição: Este projeto pretende ampliar uma ação de extensão que já vem ocorrendo desde 2018 na UAG UFRPE e no Parque Euclides Dourado em Garanhuns- de realização de uma feira territorial agroecológica e da agricultura familiar. Pretende-se ir consolidando uma feira na qual outros municípios e organizações que assessoram os agricultores participarão, além de se estimular a continuidade de um grupo de consumo. O enfoque do projeto será respaldado nos princípios da Agroecologia, da Economia Solidária, do Cooperativismo e da Educação Popular. Como etapas de trabalho acontecerão: I- Reestruturação e organização da feira e de grupos de consumo; II- Campanha educativa e elaboração de material; III- Processos de formação para feirantes e consumidores, IV- Apoio na certificação e organizações de controle social (OCS).Acontecerão ainda campanhas educativas e uso de comunicação para sensibilização e formação de consumidores. A abordagem e estratégia de uma Extensão Inovadora será respaldada na pesquisa- ação e na abordagem sistêmica, fazendo uso da participação e de rodas de diálogo para a construção coletiva de ações e conhecimentos que possibilitem gerar participação e empoderamento dos agricultores e suas organizações sociais e coletivas. Como resultados espera-se contribuir com experiencias de desenvolvimento local na qual haja produção agroecológica de alimentos, comercialização em circuitos curtos, organização e empoderamentos dos agricultores, trabalho em rede das organizações de fomento e assessoria.
Coordenador: Horasa Maria Lima da Silva Andrade

Título: PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA:  Capacitação Em Produção Sustentável Para Agricultores Familiares Do Agreste Meridional De Pernambuco
Descrição: A capacitação em princípios voltados para a agroecologia é uma estratégia fundamental no processo de  divulgação e consolidação de práticas que busquem o desenvolvimento rural sustentável. O presente  projeto tem como objetivo formar agricultores famliares, técnicos de organizações e discentes da  UFRPE/UAG, com a realização de oficinas em diversos municípios do Agreste Meridional de Pernambuco,  beneficiando as comunidades onde o mesmo se encontram, para que o conhecimento adquirido possa  auxiliar na organização das unidades de produção familiares, de forma a trazer melhorias sócias para as  comunidades onde as mesmas se encontram. Também formar e informar os beneficiados acerca da  garantia de procedência de alimentos de origem de sistemas agroecológicos implantados em unidades de  produção agroecológicas. Com o intuito de possibilitar a melhoria socioeconômica das comunidades  atendidas serão abordados temas relacionados a produção animal e vegetal, como também medidas para  aproveitamento dos insumos disponíveis nas propriedades, assim possibilitando um sistema de produção  com o mínimo de resíduos. Para a comunidade acadêmica a realização de oficinas, possibilitará ampliação  e, em alguns momentos, a introdução do conhecimento sobre os sistemas de base agroecológica, além de  proporcionar aos participantes a interação com a realidade da agricultura familiar local, o contato dos  futuros profissionais das áreas que estarão em contato direto com unidades de produção familiares é de  suma importância para o entendimento dos sistemas de produção em todo seu contexto socioeconômico e  cultural.  
Coordenador: Luciano Pires de Andrade 

Título: Pintando a escola: uso de flores em espaços de convivência.  
Descrição: As táticas de paisagismo juntamente com a educação ambiental têm por objetivo promover uma melhor harmonia dos ambientes oferecendo aos seus usuários conforto e bem-estar, além de influenciar de forma positiva na qualidade de vida dessas pessoas. Quando introduzidas em escolas, desperta nos alunos o interesse de se preservar meio ambiente e as práticas pedagógicas ganham uma nova face.  O projeto tem com objetivo implantar um jardim em ambiente escolar, através de oficinas sobre técnicas de paisagismo, permitindo aos usuários desenvolver e integrar a educação socioambiental e cultural nesses espaços. O trabalho será realizado em escolas e creches de municípios da Região do Agreste. Serão realizadas oficinas temáticas sobre técnicas utilizadas no ajardinamento e paisagismo, organizadas pelos alunos que estarão participando do projeto, com a finalidade de estudar, organizar e debater sobre o assunto. Ao término das atividades previstas, espera-se que os envolvidos tenham obtido conhecimentos técnicos de como manter e preservar espaços de convívio social, contribuindo para melhorar a qualidade de vida dos mesmos, e os tornem capazes de criar, remodelar e revitalizar seus próprios jardins.
Coordenador: Gilmara Mabel Santos

Título: Com-ciência na vida: Experimentando o mundo no Parque II
Descrição: As ciências naturais envolvem conhecimentos de física, química, biologia, os quais abordam temas transversais como meio ambiente e saúde. Assim aprender ciências perpassa em uma nova maneira de pensar e explicar o mundo bem como de compreender as transformações desse mundo, tanto de forma natural como aquelas decorrentes do homem e das suas ações. Apesar da importância dessa ciência para a sociedade sob diversas vertentes da vida moderna, há atualmente uma desvalorização da ciência e desse profissional. Dessa forma, esse projeto visa promover a popularização da ciência através de ações em um parque na cidade de Garanhuns, junto à comunidade (envolvendo crianças, adultos e profissionais da educação) e auxiliar na valorização e divulgação dessa ciência.
Coordenador: Luciana Maia Moser 

Título: Preparação de Discentes para Competições Estudantis de Programação de Computadores Como Estratégia Para Conter a Evasão nos Cursos Superiores de Base Tecnológica em Garanhuns/PE
Descrição: O município de Garanhuns no agreste de Pernambuco concentra 5 (cinco) cursos superiores na área de ciências exatas e tecnológicas em que a programação de computadores é uma habilidade fundamental para os profissionais formados. No entanto, assim como em outras localidades do país, o índice de evasão de tais cursos é superior a média. Diante desse cenário, o presente projeto pretende despertar o interesse dos discentes em programação, algoritmos e lógica matemática visando a contenção da evasão nos cursos de base tecnológica de Garanhuns/PE. Para tanto, pretende-se explorar a competitividade como fator motivacional para o estudo de computação apoiando os alunos em competições estudantis como a Maratona de Programação organizada pela Sociedade Brasileira de Programação (SBC).
Coordenador: Luis Filipe Alves Pereira 

Título: A CIDADE E O CIDADÃO – Estímulo à participação social por representação,   no processo de construção da cidade.
Descrição: A partir dos resultados da pesquisa PIBIC 2016-2017 na qual se verificou a relação entre a realidade dos lugares da cidade e o conhecimento da legislação urbanística que disciplina suas construções, surgiu a ideia de estimular as pessoas a se tornarem sujeitos mais ativos na participação das decisões enquanto membros de conselhos, associações, entre outros tipos de representação social. Mas, mais que isso, na construção de uma cidade mais justa, minimizando os diversos problemas encontrados no cotidiano como padrão de ocupação dos espaços. A partir dessa realidade, bem como em função da necessidade de estimular a reflexão sobre as relações sociais, culturais e a participação dos atores políticos e econômicos entre os cidadãos é que se pretende desenvolver este projeto. Para tanto, como metodologia serão adotadas as seguintes abordagens: (1) dos conceitos de cidade, bairros, lugares, leis e normas urbanísticas e, como tais conceitos fazem parte do conhecimento das pessoas que representam seu bairro, sua área profissional em relação a realidade; (2) da legislação que regulamenta a construção das cidades e da participação das pessoas no processo; (3) desenvolvimento de atividades que estimulem a participação das pessoas na construção da cidade; (4) da legislação urbana, enfocando o Estatuto da Cidade e as leis que o complementa. Assim, espera-se promover o pensar e o repensar a cidade, estimulando a participação como exercício de cidadania, de atividades de melhoria do ambiente (escola, bairro, cidade e país), levando-o a se perceber como contribuinte nas decisões para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa.  
Coordenador: Maria do Carmo de Albuquerque Braga

Título: A BUSCA PELO CONHECIMENTO: visita ao museu de ciência animal
Descrição: Com base na deficiência de acesso de estudantes à informação sobre a morfologia dos animais na disciplina de biologia em sua grade curricular, busca-se a divulgação dos conhecimentos da área de Anatomia Animal e Patologia Veterinária, envolvendo, de forma didática, temas como a composição dos sistemas que formam o corpo animal e as patologias que os acometem mais frequentemente. Objetiva-se complementar o currículo na área de Biologia de escolas do Ensino Médio da rede estadual no município de Garanhuns – PE, bem como de municípios vizinhos como Capoeiras, Caetés e Palmeirina, além de despertar o interesse pelas profissões de médico veterinário, zootecnista ou outras correlatas e estimular a pesquisa por discentes e docentes das instituições participantes.  Com o propósito de mostrar a importância da anatomia e da patologia animal para a sociedade como um todo, o projeto “A busca pelo conhecimento: visita ao Museu de Ciência Animal”pretende estender a prática de ensino e pesquisa para além das salas de aulas, com visitas ao Laboratório de Anatomia e Patologia Animal da UAG-UFRPE. 
Coordenador: Daniela Oliveira

Título:  Produção de mudas de espécies nativas e sensibilização para restauração de áreas degradadas 
Descrição:   A produção de mudas de espécies florestais são essenciais para a preservação das florestas e manutenção do ambiente, pois, nesses locais são cultivadas mudas de árvores e espécies que serão, depois, reintroduzidas na natureza ou plantadas em parques e áreas verdes.   O extrativismo de madeira e de lenha como fonte de energia, tanto para as indústrias como para a população, coloca em risco a biodiversidade vegetal que ainda é tão pouco conhecida. Entretanto, o ritmo de reflorestamentos/recuperação que poderiam ser realizados como medida para suprir toda a vegetação retirada ainda é lento ou inexistente.  A valorização de espécies nativas e o acesso a essa biodiversidade, é de fundamental importância para a difusão e o desenvolvimento de uma conscientização ambiental, principalmente quando considera-se a dinâmica sussecional de espécies na natureza. Diante disso, o projeto propõe a produção de mudas de espécies nativas, visando sensiblizar as comunidades para posteiror plantio dessas espécies para a recomposição de áreas no Bioma Mata Atlântica e Caatinga.
Coordenador: Edilma Pereira Gonçalves

Título: #EUPROTEJO: Conscientizando e educando sobre a fauna silvestre 
Descrição: O projeto “#EUPROTEJO: CONSCIENTIZANDO E EDUCANDO SOBRE A FAUNA SILVESTRE” visa apresentar para estudantes do nível médio de escolas da zona urbana do município de Garanhuns- PE a importância da conservação da fauna silvestre e consequentemente do meio ambiente, por meio de palestras com vídeos e imagens.  Objetiva-se tornar possível uma visão sistêmica sobre as ações antrópicas em relação ao tráfico ilegal de animais e suas consequências atuais e futuras no planeta. Ao mesmo tempo, que o projeto objetiva mostrar alternativas para a conservação da fauna silvestre, também tem o intuito de mostrar caminhos para a criação desses animais de forma legalizada, sem que haja prejuízos futuros a biodiversidade do planeta.
Coordenador: Wallace Rodrigues Telino Júnior

Título: Educação em saúde para conscientização sobre criptosporidiose em áreas urbana e rural de Garanhuns, PE
Descrição: A criptosporidiose, doença causada pelo protozoário Cryptosporidium spp. tem grande importância em saúde pública. O protozoário pode acometer aves, répteis e mamíferos, inclusive humanos, caracterizando-se como um parasito zoonótico. Os hospedeiros liberam oocistos no ambiente por meio das fezes podendo contaminar os mananciais e alimentos. Sabe-se que no Brasil a incidência de Cryptosporidium spp. é alta, com grande relevância à saúde pública e saúde animal, pois a doença gera grandes perdas econômicas. É cosmopolita e fatores como condições socioeconômicas, climáticas e hábitos alimentares são importantes para a disseminação do parasito. Também é importante salientar, que muitas vezes por falta de conhecimento sobre a doença, o diagnóstico é tardio e o início do controle junto à população também. Desta forma, o presente estudo tem como objetivo conscientizar a população das áreas urbana e rural de Garanhuns, PE, sobre a criptosporidiose, para esclarecer quais são os riscos, formas de transmissão e de prevenção contra o Cryptosporidium spp., bem como, enfatizar a importância da adoção de medidas preventivas contra a disseminação do parasito. Para tanto, serão desenvolvidas atividades educativas/ informativas para a conscientização da comunidade escolar, bem como de outros segmentos da sociedade, como produtores rurais, para prevenção contra a criptosporidiose.
Coordenador: Gílcia Aparecida de Carvalho

Título: O método experimental como estratégia facilitadora na aprendizagem significativa do ensino de botânica
Descrição: A essência da atividade experimental é permitir aos estudantes atingirem uma maior autonomia intelectual. As metodologias de caráter experimental contribuem para que o professor deixe de impor ao estudante o seu conhecimento e passe a ajuda-lo a crescer como cidadão e a desafiá-lo a buscar o saber científico como uma conquista pessoal. Objetivando contribuir com estratégias que tornem o ensino de Botânica, atraente e estimulante, este projeto, terá como foco principal a germinação de sementes como estratégia facilitadora da aprendizagem significativa. Acredita-se que com essa contribuição, a estrutura cognitiva do aluno, fique fortalecida e o levará a facilitar a aquisição e a retenção de significados dos novos conhecimentos tendendo a facilitar e promover a aprendizagem significativa. O projeto será desenvolvido na Escola com os alunos do oitavo ano do ensino fundamental. O desenvolvimento metodológico se dará em três momentos a seguir: (i) Elaboração do pré-teste com 5 questões abertas; (ii) Elaboração da sequência didática de ensino; (iii) Experimentações; (iv) Aplicação do pós-teste com as mesmas questões do pré-teste. A análise dos dados será realizada à luz da teoria da aprendizagem significativa.
Coordenador: Josabete Salgueiro Bezerra Carvalho

Título: Automatização de Sistema de Irrigação de Pequenos Produtores Rurais do Agreste Meridional de Pernambuco
Descrição: A escassez de água é uma grande preocupação em vários países do mundo. Em algumas regiões do Brasil, essa realidade não é diferente. Regiões como o Nordeste sofrem bastante com a restrição hídrica e convive com estiagens em cerca de 90% do ano. Com isso, é necessário utilizar métodos de irrigação para suprir a falta de água nas plantações e conseguir gerar ganhos na agricultura. Entretanto, boa parte da renda gerada do agronegócio da região é oriunda de pequenos produtores rurais, que também utilizam mecanismos de irrigação em suas produções. Contudo, sem um sistema de gestão hídrica adequado, é comum a má gestão dos recursos, ocasionando desperdício de água, podendo ocasionar ineficiência na produção.     Portanto, o objetivo deste trabalho é desenvolver um protótipo computacional para automatizar a irrigação de pequenos produtores rurais, baseado nos conhecimentos em computação, auxiliado de ferramentas como sensores, microcontroladores e/ou microprocessadores de baixo custo que terão a tarefa de dosar e gerir corretamente a distribuição destes recursos de forma automatizada. Além disso, iremos efetuar o treinamento e implantação desse protótipo em alguns produtores do agreste meridional de Pernambuco.     Para atingir tais objetivos, propomos a realização de uma pesquisa teórica e de campo junto ao público-alvo desse projeto, além de consultas a alguns especialistas em plantio e irrigação do solo, para levantarmos as principais lacunas na utilização eficiente dos recursos utilizados na produção dos pequenos agricultores. Durante o processo de treinamento e implantação, pretende-se ainda identificar quais as dificuldades na adoção da solução por parte do produtor. 
Coordenador: Jean Carlos Teixeira de Araujo

Título: AGROFEIRA: Feira Territorial da Agroecologia e Agricultura Familiar II
Descrição: Este projeto pretende ampliar uma ação de extensão que já vem ocorrendo desde 2018 na UAG UFRPE e no Parque Euclides Dourado em Garanhuns- de realização de uma feira territorial agroecológica e da agricultura familiar. Pretende-se ir consolidando uma feira na qual outros municípios e organizações que assessoram os agricultores participarão, além de se estimular a continuidade de um grupo de consumo. O enfoque do projeto será respaldado nos princípios da Agroecologia, da Economia Solidária, do Cooperativismo e da Educação Popular. Como etapas de trabalho acontecerão:Reestruturação e organização da feira e de grupos de consumo; II- Campanha educativa e elaboração de material; III- Processos de formação para feirantes e consumidores, IV- Apoio na certificação e organizações de controle social (OCS).Acontecerão ainda campanhas educativas e uso de comunicação para sensibilização e formação de consumidores. A abordagem e estratégia de uma Extensão Inovadora será respaldada na pesquisa- ação e na abordagem sistêmica, fazendo uso da participação e de rodas de diálogo para a construção coletiva de ações e conhecimentos que possibilitem gerar participação e empoderamento dos agricultores e suas organizações sociais e coletivas. Como resultados espera-se contribuir com experiencias de desenvolvimento local na qual haja produção agroecológica de alimentos, comercialização em circuitos curtos, organização e empoderamentos dos agricultores, trabalho em rede das organizações de fomento e assessoria.
Coordenador: Horasa Maria Lima da Silva Andrade

Título: QuilombArte: Transformando retalhos em arte. Segunda fase.
Descrição: Durante décadas, grupos étnicos como indígenas e quilombolas estiveram a margem das ações de inserção, desses, ao mercado de trabalho. Atualmente, os países que tem trabalhado na minimização ou erradicação das diferenças sociais têm recebido atenção especial de órgão como FAO e ONU. O artesanato tem demonstrado ser uma via de fácil acesso e de transformação social. Esse não só auxilia na identidade de uma região, como também pode ser um agente transformador da realidade econômica de muitos indivíduos. Remota desde os tempos pré-histórico quando o homem utilizava artefatos no seu dia-a-dia e com o passar do teve que se transformar pata acompanhar uma sociedade que não parava de crescer e buscava produtos melhorados.  Além disso os grupos têm incorporado sua identidade histórica e repassado essa identidade cultural às peças elaboradas e gerando uma identidade comercial para seus produtos, agregando valor. Esse trabalho tem como objetivo gerar renda na confecção de peças em retalhos, numa comunidade de quilombolas, da cidade de Capoeiras em PE. Trata-se da continuidade do BEXT2018, na confecção de peças em tecido, utilizando retalhos descartados por empresas de confecção de roupas.  Serão realizadas oficinas na confecção de peças em Patchwork e palestras abordando a importância do artesão em seu território, como também  orientação quanto as ações de gestão e marketing.
Coordenador: Marilene da Silva Lima

Título: Curso de pré enem: Ciranda popular
Descrição: 
Coordenador: Prof. Wellington Romero Serafim Freire 

Título: III Seminário de Socialização das experiências dos estágios no cuso de pedagogia UAG/UFRPE 
Descrição: 
Coordenador: Profa. Kátia Costa Lima Corrêa de Araújo 

Título: I Olimpíada Pet
Descrição: 
Coordenador: Profa. Dulcilene Karla

Título: Ensinando programação a estudantes de graduação por meio de desenvolvimento de jogos
Descrição:  A presente proposta consiste na elaboração e realização de um curso de desenvolvimento de jogos de computadores, tendo como público alvo os estudantes de graduação que não estão matriculados em curso de Ciência da Computação ou Sistema de Informação do município de Garanhuns. Com a realização das atividades aqui propostas, pretendemos incentivar a prática de programação de computadores. Essa prática é útil para diferentes áreas de formação, como engenharias, medicina veterinária, matemática, física, etc. Durante a realização das atividades propostas, os estudantes serão submetidos aos desafios inerentes à prática de desenvolvimento de jogos e, para superá-los, terão que adquirir conhecimentos básicos de programação, tais como a noção de variáveis, condicionais, repetição, entre outros. De uma forma geral, pode-se afirmar que grande parte dos estudantes de graduação apresentam dificuldade de aprendizagem quando se deparam pela primeira vez com alguma atividade de programação. Acreditamos que utilizando o desenvolvimento de jogos como elemento motivacional, em conjunto com uma abordagem lúdica, possamos reduzir essa dificuldade. Esperamos ainda desenvolver outras habilidades como o raciocínio lógico-matemático, trabalho em equipe, planejamento e acompanhamento de projetos.
Coordenador: Prof. Rodrigo Cardoso Amaral 

Título: Curso de desenvolvimento de jogos parar estudantes do ensino médio 
Descrição: 
Coordenador: Profa Igor Medeiros Vanderley

Título: Educação quilombola e letramento
Descrição: Essa proposta consiste em realizar 90 horas de ação pedagógica de letramento na escola quilombola Baptista da Esperança, na comunidade quilombola de Estivas. Serão realizados 6 dias de campo durante todo o ano. Cada dia de campo contará com 5 oficinas de letramento, envolvendo todos os estudantes da escola Baptista da Esperança. A ideia fundamental do projeto é trazer elementos lúdicos que estimulem a leitura e a escrita dos estudantes, melhorando assim o seu desempenho na língua portuguesa. Para o preparo dos estudantes que irão realizar as oficinas, teremos mais 90 horas de formação.
Coordenador: Profa. Leila Nascimento da Silva 

Título: Grupo de estudo em neuropsicomotricidade e aprendizagem 
Descrição: O Grupo de estudos em Neuropsicomotricidade e Aprendizagem propõe-se a realizar estudo e discussão aprofundada acerca da temática proposta, uma vez que se configura como um tema relevante e atual.
Coordenador: Profa. Catarina da Silva Souza 

Título: Exposição de desenhos de imagens de anatomia microscópica
Descrição: Essa proposta visa promover a integração entre a Universidade e a Comunidade Local em Evento Artístico que expõem desenhos e pinturas produzidos pelos participantes da atividade com o tema Anatomia Microscópica, onde serão produzidas imagens referentes a estruturas microscópicas (células e tecidos) da anatomia de animais.
Coordenador: Profa. Daiane Felberg Antunes Galvão 

Título: 4° Encontro de ciência e tenologia de alimentos 
Descrição:  O 4° Encontro de Ciência e Tecnologia de Alimentos (ECTAL) é um evento promovido pela Universidade Federal Rural de Pernambuco – Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG), onde é oferecido o Curso de Graduação em Engenharia de Alimentos. Tem como finalidade a integração entre professores e alunos do curso, dinamizando o conhecimento por meio do convite e participação de profissionais a cada dois anos, sendo este a quarta edição do evento promovido pela Unidade Acadêmica. Dessa forma, evidencia-se a importância do evento para alunos, professores, profissionais e pesquisadores da área de alimentos, visto que este evento é um meio de divulgação e disseminação das novidades tanto na academia quanto na indústria, na atualidade. Nesse sentido, a iniciativa da realização do 4° ECTAL vem ao encontro do que estabelece o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia de Alimentos que visa formar profissionais adequados à área de conhecimento, como forma de contribuir para o desenvolvimento do complexo agroindustrial instalado na região do Agreste Meridional do Estado de Pernambuco, região onde se insere a Universidade e mais particularmente o mencionado curso. Por fim, entende-se que a dinâmica que envolve a ciência e a tecnologia na atualidade induz a um constante diálogo entre alunos, professores, pesquisadores e profissionais, e é nesse sentido que a proposta desse evento se insere, sendo, portanto a quarta edição de uma série delas.
Coordenador: Profa. Silvana Nazareth de Oliveira

Título: Encontros matemáticos 2019 
Descrição: Os Encontros Matemáticos são em suma uma seleção de conferências na área da matemática e suas correlatas. O objetivo expressa-se pela evidente temática: seminários. No que tange essa proposta os seminários têm por objetivo apresentar ao público alvo; docentes, discentes, estudantes dos ciclos médios e profissionais da educação, uma atmosfera científica, mediante a plena exposição ao pensamento científico. No mais é do interesse dessa proposta fomentar o desenvolvimento das ciências e do pensamento crítico enquanto se manifesta por seus seminários.
Coordenador: Prof. Gersonilo Oliveira da Silva 

Título: Curso de realidade brasileira 
Descrição: Os cursos sobre a realidade brasileira a partir dos nossos grandes pensadores, vêm sendo realizado desde 2001, ano que se iniciou a primeira turma, com cem alunos, de diversos movimentos sociais de todo o Brasil, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Este primeiro curso demonstrou, para os seus participantes, a importância de um estudo teórico mais aprofundado e ao mesmo tempo, panorâmico, sobre a formação do Brasil, sob uma perspectiva social, cultural, econômica e política. Naquele momento, ficou claro para os representantes dos movimentos sociais presentes no curso, que a abordagem destas temáticas, contribuem para uma melhoria da ação dos movimentos, por tornarem os militantes mais capacitados para a realização de diagnósticos das questões setoriais e regionais, ao mesmo tempo, que permite o entendimento das causas dos problemas da realidade geral. O curso possibilita a compreensão da realidade para além dos desafios de cada movimento. O sucesso deste primeiro curso estimulou a organização de novas turmas, em cursos regionais ou estaduais, em todo o Brasil. Ao total, desde 2001, aconteceram mais de cem turmas em todo o Brasil, reunindo militantes do campo e da cidade e uma diversidade imensa de nosso povo. Em Pernambuco realizamos, desde 2002 (ano da primeira turma) seis turmas ao todo.
Coordenador: Prof. Caetano de Carli  

Título: Matemática e programação como aliados na superação de dificuldades de aprendizagem junto a discentes da rede pública de ensino médio do município de Garanhuns
Descrição: O presente projeto de extensão prevê a implementação de ações de recuperação de aprendizagem e superação de dificuldades de assimilação de conteúdo por meio de atividades inter e multidisciplinares ligadas a matemática e computação. Além disso, o projeto prevê a realização de pesquisas diagnóstico para identificar, do ponto de vista discente, fatores que contribuem para as dificuldades no processo de ensino aprendizagem em matemática a nível de ensino médio no município de Garanhuns e também pesquisa para estimar a eficiência da ação. 
Coordenador: Prof. Murilo Chavedar de Souza Araújo 

Título: I Jornada acadêmica de Medicina Veterináira de Garanhuns-Jamev 
Descrição: A iniciativa para realização da 'I JORNADA ACADÊMICA DE MEDICINA VETERINÁRIA DE GARANHUNS - JAMEV', surgiu a partir da necessidade de transmitir o conhecimento construído dentro das universidades a sociedade por meio de atividades teóricas e práticas. Visa apresentar os conceitos relacionados as inovações biotecnológicas e seus respectivos empregos na Medicina Veterinária e Zootecnia, abordando as seguintes áreas temáticas: produção e sanidade animal, animais de companhia, animais silvestres, reprodução animal, clínica e cirurgia. O evento será situado no município de Garanhuns - PE, tendo como comissão organizadora os alunos de medicina veterinária da turma 2016.1 da Universidade Federal Rural de Pernambuco, da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UFRPE - UAG).
Coordenador: Silvia Elaine Rodolfo 

Título: É possível dizer o que é currículo? Um estido das diferentes teóricas, suas relações de poder e disputas de sentidos 
Descrição: 
Coordenador: Profa. Kátia Costa Correa de araújo 

Título: Um pouco mais do curso de BCC
Descrição: 
Coordenador: Prof. Rodrigo Gusmão de Carvalho Rocha 

Título: Disseminação de cultura empreendedora através do cinema 
Descrição: O projeto une cinema e empreendedorismo, buscando propagar a cultura empreendedora entre professores, colaboradores e, principalmente, discentes da UFRPE/UAG. Além de abrir espaço para outras pessoas que se interessem pelo tema da comunidade extra-muros. Os alunos da Escola Técnica Ariano Suassuna também serão público-alvo do projeto. Contará com a exibição de filmes e ao fim da exibição, será realizada uma discussão, permitindo refletir e compreender a história por trás de trajetórias empreendedoras de sucesso. 
Coordenador: Alixandre Thiago Ferreira 

Título: BCC Saiba mais 
Descrição: 
Coordenador: Prof. Alixandre Thiago Ferreira Santana

Título: II workshop de gestão de empresas e mercado
Descrição: A capacitação em princípios voltados para a agroecologia é uma estratégia fundamental no processo de divulgação e consolidação de práticas que busquem o desenvolvimento rural sustentável. O presente projeto tem como objetivo formar agricultores famliares, técnicos de organizações e discentes da UFRPE/UAG, com a realização de oficinas em diversos municípios do Agreste Meridional de Pernambuco, beneficiando as comunidades onde o mesmo se encontram, para que o conhecimento adquirido possa auxiliar na organização das unidades de produção familiares, de forma a trazer melhorias sócias para as comunidades onde as mesmas se encontram. Também formar e informar os beneficiados acerca da garantia de procedência de alimentos de origem de sistemas agroecológicos implantados em unidades de produção agroecológicas. Com o intuito de possibilitar a melhoria socioeconômica das comunidades atendidas serão abordados temas relacionados a produção animal e vegetal, como também medidas para aproveitamento dos insumos disponíveis nas propriedades, assim possibilitando um sistema de produção com o mínimo de resíduos. Para a comunidade acadêmica a realização de oficinas, possibilitará ampliação e, em alguns momentos, a introdução do conhecimento sobre os sistemas de base agroecológica, além de proporcionar aos participantes a interação com a realidade da agricultura familiar local, o contato dos futuros profissionais das áreas que estarão em contato direto com unidades de produção familiares é de suma importância para o entendimento dos sistemas de produção em todo seu contexto socioeconômico e cultural.
Coordenador: Prof. Luciano Pires de Andrade 

Título: Feira das Profissões
Descrição: 
Coordenador: Dulciene Karla de Andrade Silva

Título: Implantação de ferramentas na gestão da qualidade em indústria de laticínios do agreste de Pernambuco
Descrição: 
Coordenador: Implantação de ferramentas na gestão da qualidade em indústria de laticínios do agreste de Pernambuco

Título: Agroecologia e produção orgânica e agroecológica 
Descrição:  Este projeto visa diagnosticar as principais falhas no manejo pré-abate, sensibilizar e orientar os profissionais da microrregião de Garanhuns-PE direta ou indiretamente ligados ao abate de bovinos, sobre a importância da adoção de práticas de bem estar animal no manejo pré-abate e abate humanitário sobre a qualidade final da carne e, consequentemente, as perdas decorrentes de tais falhas. Neste sentido, a proposta foi dividida em duas etapas. A primeira voltada à pesquisa diagnóstica e a segunda à atividade extensionista propriamente dita. A parte diagnóstica será realizada a partir da elaboração e aplicação de formulários específicos capazes de detectar as falhas e problemas encontrados nos abatedouros da região estudada, identificando as principais falhas no transporte de bovinos até os abatedouros da microrregião de Garanhuns, os fatores estressante que comprometam o bem estar animal, falhas estruturais e práticas agressivas que favorecem a ocorrência de lesões, a frequência de ocorrência de perdas decorrentes de falhas no manejo pré-abate. A segunda etapa estará voltada à sensibilização e orientação dos profissionais direta e indiretamente ligados ao abate de bovinos, sobre práticas de bem estar animal no pré-abate e sobre o emprego das técnicas para o abate humanitário e orientá-los sobre a importância do serviço de inspeção oficial realizado pelo Médico Veterinário nos estabelecimentos de abate. Pro fim, espera-se a obtenção de dados, que serão transformados em informações para uso das autoridades competentes, em prol de melhorias para o tratamento dos bovinos, com consequente melhora na qualidade da carne e promoção da saúde dos consumidores.
Coordenador: Prof. Luciano Pires de Andrade

Título: Curso de atualização para professores de matemática do ensino médio
Descrição: O presente projeto de extensão prevê a realização curso de atualização para professores de matemática do ensino médio na cidade Garanhuns e região visando contribuir para minimização das possíveis dificuldades enfrentadas pelos professores na formação de alunos e, em particular, dos futuros discentes da UFRPE-UAG. Além disso, o projeto prevê a realização de pesquisa diagnóstico para identificar, do ponto de vista docente, fatores que contribuem para as dificuldades no processo de ensino aprendizagem em matemática a nível de ensino médio no município de Garanhuns e região. 
Coordenador: Prof. Murilo Chavedar

Título: II Congresso Regional de Zootecnia
Descrição: 
Coordenador: Prof. Danilo Teixeira Cavalcante 

Título: V Colóquio de educação matemática e ciências
Descrição: 
Coordenador: Prof. Luciano Cavalcanti do Nascimento

Título: Ciência e tecnologia de cerveja 
Descrição: 
Coordenador: Prof. Thibério Pinho Costa Souza 

Título: Semana do produtor de leite da UFRPE/UAG 
Descrição: 
Coordenador: Prof. Caetano de Carli 

Título: Entendendo o gerenciamento de TI: Visita técnica 
Descrição: 
Coordenador: Prof. Alixandre Thiago Ferreira de Santana

Título: Econtros matemáticos 
Descrição: Os Encontros Matemáticos são em suma uma seleção de conferências na área da matemática e suas correlatas. O objetivo expressa-se pela evidente temática: seminários. No que tange essa proposta os seminários têm por objetivo apresentar ao público alvo; docentes, discentes, estudantes dos ciclos médios e profissionais da educação, uma atmosfera científica, mediante a plena exposição ao pensamento científico. No mais é do interesse dessa proposta fomentar o desenvolvimento das ciências e do pensamento crítico enquanto se manifesta por seus seminários.
Coordenador: Prof. Gersonilo Oliveira da Silva 

Título: A busca pelo conhecimento: visita ao Museu de Ciência Animal
Descrição: Com base na deficiência de acesso  de estudantes á informação sobre a morfologia dos animais, busca-se a divulgação dos conhecimentos da área de Anatomia Animal e Patologia Veterinária, envolvendo, de forma didática, temas como a composição dos sistemas que formam o corpo animal e as patologias que os acometem mais frequentemente. Objetiva-se complementar o currículo na área de Biologia de Escolas do Ensino médio da rede Estadual no município de Garanhuns-PE, além de despertar o interesse pelas profissões de médico veterinário, zootecnista ou outras correlatas e estimular a pesquisa por discentes e docentes das Instituições participantes. com o propósito de mostrar a importância da Anatomia e da patologia animal para a sociedade como um todo, o projeto pretende stender a prática de ensino e pesquisa para além das salas de aula, com visitas ao laboratório de Anatomia e Patologia Animal da UAG-UFRPE.
Coordenador: Prof. Daniela Oliveira

Título: Assistência técnica, clínica e exames de necropsia para pequenos produtores de caprinos e ovinos de Garanhuns, São João e Cachoeirinha – PE
Descrição: Assistência técnica, atendimento clínico e divulgação da necropsia, realizado no Setor de Patologia Veterinária do Laboratório de Anatomia e Patologia Animal da Unidade Acadêmica de Garanhuns/UFRPE para pequenas propriedades rurais nos municípios de Garanhuns, São João e Cachoeirinha, estado de Pernambuco, nas quais haja produção de caprinos e ovinos. A assistência técnica e o atendimento clínico, visa tecnificar a criação e minimizar as perdas da caprinovinocultura, juntamente com a necropsia que visa auxiliar na investigação das principais doenças de caprinos e ovinos que estão ocorrendo na região. As atividades, serão realizadas ao longo de todo ano de 2019 pela equipe executora. Associada a estes serviços serão dadas recomendações sobre melhorias no manejo dos animais, quanto a alimentação, medicação, sanidade e informações sobre as principais doenças diagnosticadas através das necropsias. A divulgação será feita através de panfletos confeccionados pela equipe executora e distribuído nas propriedades e em associações de pequenos produtores de caprinos e ovinos das cidades mencionadas.
Coordenador: Márcia Bersane Araújo de Medeiros Torres