Dissertation Writing service Buy Dissertation Online essay writing service cheap essay writing
bayan escort gorukle escort
escort bayan gorukle escort
Projetos de extensão - 2013 | UNIVERSIDADE FEDERAL DO AGRESTE DE PERNAMBUCO
 

Projetos de extensão - 2013

Título: Desenvolvimento de mudas de helicônias em diferentes substratos
Descrição: As helicônias são plantas que apresentam uma ampla variação dos caracteres florais, bem como, diferem em distribuição e adaptação ao cultivo. Este projeto tem como objetivo realizar um levantamento das helicônias ocorrentes na sementeira e incentivar o seu cultivo na comunidade da Várzea. Será realizado um levantamento nas floriculturas da cidade de Garanhuns para identificar quais as espécies mais comercializadas e onde são produzidas. Para avaliar os diferentes substratos no desenvolvimento das mudas, será realizado um experimento. A pesquisa será feita sob telado na Unidade Acadêmica de Garanhuns. Os rizomas serão cultivados em vasos plásticos contendo 5 L de substrato e também, diretamente no canteiro de cultivo, a céu aberto no espaçamento de 25 cm x 25 cm.  Serão realizadas as seguintes avaliações: i) número de dias para emissão do primeiro perfilho; ii) altura de planta ; iii) número de brotos por rizoma; iv) número de folhas; v) massa seca da parte aérea; vi) massa seca parte subterrânea [rizoma + raiz (MSPS)]. Os materiais utilizados como substratos serão: 1) mistura de areia+solo+esterco bovino (1:1:1 v/v); 2) mistura de areia+solo+esterco de ave (1:1:1 v/v); 3) solo da sementeira; 4) diretamente no solo em canteiro de cultivo a céu aberto. O delineamento experimental utilizado será inteiramente ao acaso, com quatro tratamentos, quatro repetições com duas mudas por parcela, totalizando 32 mudas. Os dados serão submetidos à análise de variância, pelo teste “F”, para diagnóstico de efeito significativo e os tratamentos comparados entre si pelo teste de Tukey para avaliação de diferença significativa.
Coordenador(a): Josabete Salgueiro Bezerra Carvalho

Título: Avaliação de substratos para o cultivo de orquídeas
Descrição: A família Orchidaceae é uma das mais importantes do reino vegetal, com cerca de 19.500 espécies. Diversas pessoas cultivam orquídeas por vários interesses, desde amadores até comerciantes. Devido às facilidades de coleta e baixas taxas de mortalidade quando replantadas em vasos, há décadas as orquídeas são extraídas, servindo como elemento para projetos de paisagismo. No Estado de Pernambuco existem vários municípios com comunidades gerenciadas por grupos de agricultores familiares, dentre eles podemos destacar, o Assentamento de Santa Terezinha em Miracica-Garanhuns-PE.. Atualmente os assentados  têm um orquidário onde orquídeas são cultivadas e comercializadas. Considerando a necessidade de manutenção e defesa dos recursos naturais, será realizado um levantamento sobre a comercialização das orquídeas no orquidário. Para avaliar o conhecimento dos assentados a respeito do cultivo e comercialização das orquídeas, primeiramente será aplicado um questionário para averiguar o grau de dificuldades. Para estudar os diferentes substratos no cultivo das orquídeas, será realizado um experimento. As plantas serão obtidas do laboratório de cultura de tecidos da UFRPE e cultivadas sobre bancadas em vasos plásticos. O delineamento experimental será inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos serão compostos pelos substratos: carvão + casca de pinus, carvão + casca de jaqueira, esterco de ave + coco desfibrado e esterco de boi + coco desfibrado.As análises estatísticas serão realizadas através do programa estatístico Assistat. A comparação entre as médias dos tratamentos será realizada com a aplicação do teste de Tukey, ao nível de 5% de probabilidade.       
Coordenador(a): Josabete Salgueiro Bezerra Carvalho

Título: Consciêntização sobre a importância do bem estar animal e o controle populacional de animais domésticos em Garanhus - PE.
Descrição: O presente projeto tem por objetivo promover a conscientização da população em geral e de adolescentes da rede pública e privada de ensino da cidade de Garanhuns - PE, bem como da população que adotará animais do centro de controle de zoonoses do município, sobre a importância da posse responsável, bem estar animal e controle populacional de cães, por meio da distribuição de cartilhas educativas nas escolas, praças pública, centro de controle de zoonoses e principais vias públicas ou pontos de aglomeração de pessoas, por uma equipe constituída pelo bolsista e 30 alunos voluntários do curso de medicina veterinária. Após a execução da proposta, espera-se conscientizar a população geral sobre as reais necessidades dos animais e minimizar o número de animais abandonados nas ruas, que causam vários  transtornos à saúde pública, como por exemplo as zoonoses.
Coordenador(a): Daniel Friguglietti Brandespim

Título: Utilização de sistemas agroflorestais como alternativa de renda para agricultores familiares do Agreste Meridional de Pernambuco II
Descrição: O presente projeto tem por objetivo continua o trabalho de monitoramento e capacitação dos  agricultores familiares do Agreste Meridional de Pernambuco onde foram implantados Sistemas agroflorestais – Saf’s em 2011 a partir de ação financiada pelo CNPq em projeto de pesquisa desenvolvido por docentes da UaG/UFRPE. A ação visa acompanhar e consolidar dez áreas implantadas em cinco municípios da região, possibilitando que todos os atores envolvidos nessa proposta possam adquirir capacidade de evoluir em atividade de campo quando presenciarem desafios, além de proporcionar a difusão da proposta junto aos beneficiários, parceiros e produtores familiares. Segundo LAGO e PÁDUA (1985), “o termo agroecologia significa a aproximação da ecologia à agricultura. Assim os Sistemas Agroflorestais surgem como alternativas para organização de uma propriedade de consciência Agroecológica. Dessa forma possibilitar o cumprimento do objetivo proposto, proporcionando experiências para os agricultores familiares onde é possível organizar em uma mesma área a produção e o cuidado com o ambiente, destacando outras vantagens do sistema. E, por fim, avaliar os Sistemas Agroflorestais na região, propondo-os como alternativas para pequenos agricultores, aproveitando melhor sua área, buscando obter uma exploração economicamente viável intensiva.
Coordenador(a): Luciano Pires de Andrade

Título: Fomentando o Cooperativismo e a Economia Solidária no apoio a Rede Produtora de Feijão do Agreste Meridional de PE 
Descrição: O presente projeto tem como principal objetivo apoiar os agricultores familiares em suas organizações coletivas, quer sejam associações, cooperativas, contribuindo assim para a organização , implantação e melhoria das organizações coletivas e sociais de trabalho. Consiste na oferta de cursos no âmbito da organização coletiva, gestão e planejamento do empreendimento coletivo, políticas públicas e economia solidária. A abrangência do projeto é regional e envolve 11 municípios participantes da Rede Produtiva do Feijão que vem se consolidando no Agreste Meridional. Envolverá alunos dos cursos das ciências agrárias, professores pesquisadoras, associações, cooperativas, movimentos e organizações sociais e sindicais e instituições parceiras, como o IPA,o  PRORURAL, o Núcleo de Estudo, Pesquisa e Extensão em Agroecologia e Agricultura Familiar e Camponesa da UAG/UFRPE ( AGROFAMILIAR) e a INCUBACOOP/UFRPE. Pretende-se fomentar o cooperativismo e a economia solidária e contribuir com processos de desenvolvimento local e empoderamento dos agricultores a organização e gestão da Rede nos aspectos relacionados a produção, beneficiamento e comercialização do feijão, fortalecendo os empreendimentos coletivos, gerando emprego e renda no campo. Para a realização deste projeto se utilizará da base teórica e prática da pesquisa- ação e uma articulação com a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares- INCUBACOOP/UFRPE.
Coordenador(a): Horasa Maria Lima da Silva Andrade

Título: Eficiência reprodutiva em propriedades leiteiras da microrregião de Garanhuns
Descrição: O projeto intitulado EFICIÊNCIA REPRODUTIVA EM PROPRIEDADES LEITEIRAS DA MICRORREGIÃO DE GARANHUNS tem o intuito de orientar os produtores da microrregião de Garanhuns quanto aos fatores que afetam a eficiência reprodutiva dos rebanhos leiteiros, assim como diagnosticar o controle reprodutivo adotado nas propriedades e os entraves decorrentes que contribuam para a ineficiência da atividade, além de caracterizar as pequenas propriedades leiteiras da microrregião de Garanhuns, orientar os produtores quanto ao uso de técnicas básicas de controle reprodutivo para aumento na eficiência produtiva e reprodutiva do rebanho, avaliar o controle e a eficiência reprodutiva em propriedades leiteiras, capacitar os produtores quanto à importância da escrituração zootécnica sobre o manejo reprodutivo e a tomada de decisões e aumentar a eficiência produtiva e reprodutiva nas propriedades assistidas. 
Coordenador(a): Gustavo Ferrer Carneiro

Título: Conscientização da qualidade da água para consumo humano no município de Capoeiras-PE
Descrição: Em virtude de suas condições climáticas, a região semiárida apresenta um regime hídrico de caráter irregular, afetando a disponibilidade de água para a região, principalmente para o consumo humano. Associado a tais fatores, destaca-se que nas áreas rurais a utilização de agrotóxicos e fertilizantes contribui para a contaminação das poucas fontes existentes, e a população rural desconhece muitas vezes a ocorrência de doenças de veiculação hídrica. Desta forma, a orientação à comunidade quanto à captação e armazenamento adequados da água a ser consumida, é de fundamental importância, uma vez que evitará a ocorrência de infecções parasitárias. Portanto, objetiva-se com este projeto orientar a população sobre a importância do tratamento da água na melhoria da qualidade de vida, assim como diagnosticar a qualidade da água consumida pela população rural de Capoeiras e verificar a sua relação com o sistema de abastecimento. Para tanto será utilizada uma abordagem quantitativa, dividida em três etapas que consistirão na caracterização das famílias e fontes de captação d’água e armazenamento, e coletadas amostras para análise microbiológica. Na segunda etapa serão apresentadas palestras abordando o contexto observado nas comunidades, mostrando as soluções. Na terceira etapa serão apresentados os resultados obtidos e distribuídas cartilhas de orientação à população. Espera-se que a partir dos resultados obtidos sejam identificados os principais problemas referentes à qualidade d’água nas comunidades rurais, fornecendo subsídios para estratégias de melhoria da qualidade da água utilizada pela população.
Coordenador(a): José Wilton Pinheiro Junior

Título: Atividades educativas para conscientizar as populações de sete bairros de Garanhuns - PE sobre medidas profiláticas contra parasitos zoonóticos encontrados em fezes de cães em vias públicas
Descrição: As doenças zoonóticas que acometem os cães, dentre as quais, as helmintoses podem causar sérios problemas de saúde pública. Os cães infectados por parasitos gastrintestinais eliminam ovos, larvas e oocistos de parasitos no ambiente podendo contaminar o homem. As vias públicas, praças, parques infantis, jardins, caixas de areia em parques ou escolas são os locais de maior risco de infecção humana, em especial as crianças por realizarem atividades de lazer nestes locais. Se os animais infectados por parasitos zoonóticos como, por exemplo, Ancylostoma spp. e Toxocara spp., defecarem nestes locais, pode ocorrer a contaminação do solo, proporcionando a infecção dos humanos por meio desses parasitos.   No Brasil, é alta a incidência de Ancylostoma spp. e Toxocara spp. em praças públicas de municípios situados em vários estados. No estado de Pernambuco, análises na cidade de Garanhuns durante o desenvolvimento de projeto de extensão em 2011 e 2012, permitiram o registro de alta incidência de parasitos zoonóticos em fezes de cães depositadas em locais públicos dos bairros Boa Vista, Aloísio Pinto, Cohab II, Mundaú e João da Mata, expondo a população humana à infecção. O presente estudo tem o objetivo de dar continuidade ao projeto supracitado em 2013 expandindo o trabalho de conscientização para a população de sete bairros da cidade de Garanhuns-PE, por meio de educação sanitária, quanto aos riscos de transmissão de parasitos gastrintestinais, bem como, enfatizar a importância da adoção de medidas preventivas contra parasitos intestinais causadores de zoonoses.  
Coordenador(a): Gílcia Aparecida de Carvalho 

Título: Orientação de produtores rurais para o controle de carrapatos dos bovinos e sobre resistência aos carrapaticidas no município de Lagoa do Ouro - PE
Descrição: O carrapato é um dos ectoparasitas mais importantes para a pecuária bovina, por causar perdas diretas e indiretas no sistema produtivo. Este trabalho tem o objetivo de diagnosticar as deficiências e orientar produtores rurais que trabalham com bovinocultura no município de Lagoa do Ouro – PE, no conhecimento sobre aspectos relevantes para realização do controle estratégico do carrapato Rhipicephalus microplus e sobre a resistência dos mesmos aos produtos carrapaticidas. Serão realizadas visitas a 25 propriedades leiteiras e aplicado um questionário para avaliar o perfil e a percepção dos produtores sobre aspectos biológicos dos carrapatos e os produtos carrapaticidas utilizados na região. A partir dos resultados desses questionários será(ão) viabilizada(s) palestra(s) para esclarecer as principais dúvidas dos produtores da região diagnosticadas e serão elaboradas e distribuídas aos produtores cartilhas contendo orientações de como realizar o controle adequado dos carrapatos e como minimizar os efeitos da resistência destes aos produtos carrapaticidas.
Coordenador(a): Marcos Pinheiro Franque 

Título: Produção artesanal de queijo coalho: diagnóstico das condições higiênico-sanitárias e capacitação dos produtores
Descrição: O queijo de coalho é um dos produtos mais típicos da região Nordeste, de relevante valor socioeconômico e cultural. Sua produção é oriunda, principalmente de pequenas e médias queijarias, de caráter artesanal e de base familiar. Todavia, é considerado um dos produtos mais suscetíveis a contaminações microbianas, em razão dos vários processos envolvidos na sua fabricação. Em virtude da grande importância socioeconômica do queijo coalho para a região e das condições precárias em que é produzido e comercializado, faz-se necessária à adoção de medidas que contribuam para a melhoria da atividade na região. Portanto, o presente trabalho tem como objetivo diagnosticar as condições de produção do queijo coalho quanto aos aspectos higiênico-sanitários e microbiológicos, assim como oferecer orientações técnicas sobre as boas práticas de fabricação nas unidades produtoras. Para tanto, serão levantadas informações a respeito dos produtores e das unidades produtivas de queijo coalho, avaliado o conhecimento dos trabalhadores no que concerne à adoção de boas práticas de fabricação na manipulação de alimentos, avaliadas as condições higiênico-sanitárias das unidades produtoras, realizados estudos microbiológicos, físico-químicos e sensoriais do queijo coalho e capacitação dos funcionários e produtores das queijarias quanto à adoção de BPF’s no processamento do queijo coalho. Espera-se que a partir dos resultados obtidos com o diagnóstico das condições higiênicas da produção de queijo coalho possam ser identificados os gargalos produtivos da atividade, assim como elaboradas estratégias e implantadas medidas que contribuam para a melhoria da qualidade do produto.
Coordenador(a): Airon Aparecido Silva de Melo 

Título: O Concurso Escolar de Educação Ambiental como ferramenta de Conscientização Ambiental em Garanhuns (PE)
Descrição: Diante dos grandes problemas ambientais da atualidade e reconhecendo ser a escola o espaço fundamental para o desenvolvimento da consciência ambiental é que foi criado o Concurso Escolar de Educação Ambiental (CEEA). O CEEA almeja, continuamente, reconhecer o mérito das iniciativas ambientais já existentes e incentivar outras que venham a existir, provenientes de escolas públicas ou privadas que atuem no município de Garanhuns. Diante disso, o objetivo deste projeto é promover o Concurso Escolar de Educação Ambiental como ferramenta de Conscientização Ambiental para escolas, públicas e privadas, dos ensinos fundamental e médio do município de Garanhuns (PE). As edições dos concursos contarão com sete modalidades a serem desenvolvidas: (1) Desenho em Tema Ambiental (1º ao 5º ano); (2) Redação em Tema Ambiental (1º ao 5º ano); (3) Redação em Tema Ambiental (6º ao 9º ano); (4) Redação em Tema Ambiental (ensino médio); (5) Educação Ambiental Continuada (projeto da escola); (6) Paródia em Tema Ambiental (qualquer ano dos ensinos fundamental e médio); (7) Cordel em Tema Ambiental (6º ao 9º ano e ensino médio). Todas as modalidades serão avaliadas por uma equipe de profissionais das diversas áreas do saber. Serão premiados os três primeiros colocados de cada modalidade. Todos os participantes receberão certificados de participação.
Coordenador(a): Marcos Renato Franzosi Mattos 

Título: TIME Jr - Fomentando o desenvolvimento de tecnologia da informação e comunicação no Agreste Meridional
Descrição: O objetivo do projeto é fomentar o desenvolvimento de tecnologias da informação e comunicação (TICs) no Agreste Meridional por meio de atividades vinculadas à empresa júnior TIME Jr (http://www.timejunior.com).  Em particular, por meio do projeto proposto, serão desenvolvidas as seguintes atividades: (i) Realização da 2ª edição do Prêmio TIME Jr. de Inovação; (ii) Realização da Maratona de cursos TIME Jr; (iii) Manutenção e evolução dos serviços prestados aos clientes da TIME Jr; (iv) Realização de 3º processo seletivo para admissão membros para a TIME Jr. A TIME Jr é a empresa júnior do curso de Bacharelado em Ciência da Computação da Unidade Acadêmica de Garanhuns/UFRPE.  Ela é uma associação civil sem fins econômicos e totalmente gerenciada por alunos e sob a orientação de professores. Sua missão é “oferecer serviços e produtos em TIC, visando o desenvolvimento econômico e tecnológico do agreste meridional pernambucano, bem como, desenvolver as habilidades profissionais de seus membros”.
Coordenador(a): Bruno Costa e Silva Nogueira 

Título: Olimpíadas de Matemática
Descrição: A Proposta resume-se em preparar alunos do ensino fundamental e médio das Escolas públicas de Garanhuns interessados em participar de um grupo de estudos em matemática na Universidade Federal Rural de Pernambuco - Unidade Acadêmica de Garanhuns, sob a Coordenação do Prof. Ricardo Normando e com a participação de monitores, alunos da mesma Unidade com o intuito de aprofundar os conteúdos de matemática básica através da metodologia de Resolução de Problemas propostos nos materiais distribuídos aos professores e Escolas da rede Pública de todo país pelo IMPA-Instituto de Matemática Pura e Aplicada para treinamento dos alunos participantes da OBMEP-Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas.
Coordenador(a): Ricardo Normando B. N. Neto 

Título: Programa de orientação dos consumidores com relação à qualidade do pescado fresco comercializado em feiras livres da cidade de Garanhuns-PE
Descrição: O hábito de consumir pescado traz vários benéficos à saúde humana, por se tratar de um alimento altamente nutritivo, com elevado teor protéico. Na região Nordeste é comum a comercialização de produtos de origem animal em feiras livres, onde ocorre uma grande aglomeração de pessoas e circulação de mercadorias e alimentos, dentre eles o pescado, que é um dos fatores que movimenta a economia local. Porém, devido às características físicas e organizacionais da feira, a forma de comercialização dos produtos perecíveis favorece a deterioração e contaminação dos mesmos e coloca em risco saúde do consumidor. Como o pescado é um dos alimentos que rapidamente deteriora são necessários cuidados para manter sua integridade ao ser comercializado. O presente trabalho tem como objetivo fazer o diagnóstico das condições de comercialização do pescado em feiras livres da cidade de Garanhuns-PE através da elaboração de um chek-list para analisar os pontos críticos da comercialização, caracterizando-os através de um questionário para avaliar a percepção dos consumidores em relação às características sensoriais desejáveis no pescado fresco, aspectos do pescado deteriorado, o nível de satisfação a respeito das instalações da feira livre. Após análise dos resultados serão realizadas palestras, confecção e distribuições de cartilhas que contenham informações sobre os aspectos sensoriais desejáveis do pescado fresco, características do pescado deteriorado medidas de higiene que deve ser empregadas e possíveis risco a saúde que podem trazer o pescado contaminado.
Coordenador(a): Marcos Pinheiro Franque 

Título: INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE-AGRICULTOR FAMILIAR-PARCEIROS IV: divulgação de tecnologias sustentáveis aos produtores sobre o manejo da podridão radicular em Pernambuco (Cópia) 15-10-2012
Descrição: Tendo em vista o sucesso dos projetos “INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE-AGRICULTOR FAMILIAR-PARCEIROS I, II e III” surgiu uma forte demanda relatada pelos parceiros para um problema sério que os agricultores enfrentam: a podridão radicular da mandioca. É uma doença de difícil controle, pois além de existir uma diversidade de fitopatógenos envolvidos, o controle químico é ineficiente e antieconômico, pois está fortemente associadas à riscos ambientais, econômicos e sociais. Por isso, existe uma forte necessidade da adoção de medidas integradas de manejo da doença que preconizem práticas sustentáveis e accessíveis. Esta interação será uma forma de assegurar a cidadania e garantir a inclusão social desses agricultores, bem como colocar os alunos na prática extensionista, visando reconhecer a multiculturalidade e a diversidade de saberes para um desenvolvimento sustentável.  Por isso, este projeto tem como objetivo manter a integração entre os atores sociais UFRPE, produtores familiares  e parceiros como o IPA, PRORURAL, Secretarias de agricultura, Sindicato dos trabalhadores rurais e outros, através do grupo- AGROFAMILIAR e duas dissertações de mestrado em Produção agrícola empenhados em resolver o problema da podridão radicular da mandioca. Serão realizadas visitas periódicas aos agricultores familiares com problemas em suas áreas, revisões de literatura sobre o problema, reuniões e apresentações de trabalhos para debate sobre formas de manejo da podridão e, como uma forma de repassar para a sociedade os conhecimentos adquiridos em tais debates, fazer a divulgação de tecnologias sustentáveis para o manejo alternativo da podridão radicular da mandioca em associações de produtores rurais dos Municípios de Jupi e Jucati.
Coordenador(a): Erika Valente de Medeiros 

Título: Confecção e divulgação de cartilha sobre o manejo da podridão radicular da mandioca
Descrição: Devido à uma boa integração dos participantes do grupo de estudos, pesquisa e extensão em em Agroecologia e Agricultura familiar/camponesa (AGROFAMILIAR) e parceiros como os produtores rurais, IPA, PRORURAL surgiu uma forte demanda relatada pelos agricultores e parceiros para um problema sério que os agricultores familiares e camponeses enfrentam: a podridão radicular da mandioca. É uma doença de difícil controle, pois além de existir uma diversidade de fitopatógenos envolvidos, o controle químico é ineficiente e antieconômico, pois está fortemente associadas à riscos ambientais, econômicos e sociais. Por isso, existe uma forte necessidade da adoção de medidas integradas de manejo da doença que preconizem práticas sustentáveis e accessíveis a agricultores familiares. Entretanto, é necessário um produto de fácil acesso aos produtores e outros atores para que as informações de tecnologias para o manejo de tal doença seja praticada pelos produtores rurais. Por isso, este projeto tem como objetivos: manter a integração entre os atores sociais da UFRPE, produtores familiares do Agreste pernambucano e parceiros através de reuniões de difusão de tecnologias, confeccionar uma cartilha, visando posteriormente a confecção de um livro sobre o manejo da podridão radicular da mandioca, confecção de uma página em redes sociais para divulgar esse produto, realização de eventos para o lançamento da cartilha nas comunidades rurais selecionadas e divulgar produtos e resultados de pesquisa e extensão em eventos científicos e de extensão.
Coordenador(a): Erika Valente de Medeiros 

Título: Elaboração de material didático para utilização em aulas práticas de ciências e no treinamento de professores e monitores das escolas públicas no município de Garanhuns   
Descrição: Um dos grandes desafios para o ensino de ciências e biologia, tanto no ensino fundamental como no ensino médio é conseguir aliar teoria e prática para a realidade do aluno, seja no âmbito regional ou nacional e dessa forma, estimular e despertar o interesse desses alunos pelas ciências biológicas.  Deve-se ressaltar a importância dessa ciência na vida cotidiana da comunidade e a possibilidade de utilizar situações cotidianas para iniciar a abordagem do conteúdo. Este projeto fundamenta-se essencialmente na elaboração de apostila de aula prática de ciências, na capacitação de professores para ministrarem as referidas práticas, bem como, promover visitas de alunos da rede publica à Universidade, a fim de promover os cursos e os projetos desenvolvidos pelos docentes.  
Coordenador(a): Luciana Maia Moser 

Título: Horta sustentável em escolas municipais do Agreste
Descrição: O projeto tem por objetivo desenvolver a prática do cultivo de hortaliças nas escolas e relacionar essa prática com hábitos saudáveis de alimentação e educação ambiental. O contato com a natureza através das atividades ligadas ao uso do solo tais como preparo, plantio, tratos culturais e produção representa uma forma de aprendizado saudável e criativo bem como otimiza o exercício físico.  Inserida no ambiente escolar, a horta pode ser um laboratório vivo que possibilita o desenvolvimento de diversas atividades pedagógicas em educação ambiental e alimentar, unindo teoria e prática de forma contextualizada, auxiliando no processo de ensino-aprendizagem e estreitando relações através da promoção do trabalho coletivo e cooperado entre os agentes sociais envolvidos. A horta é o lugar destinado ao cultivo de hortaliças, que são plantas que apresentam crescimento rápido. Geralmente, são cultivadas em pequenas áreas. As hortaliças são muito importantes na alimentação humana, devido aos altos valores nutritivos, e ao alto teor de vitaminas e sais minerais. Em síntese, as hortas nas escolas podem servir não só como fonte de alimentação, mas também como uma oportunidade para desenvolver atividades didáticas. As vantagens para as comunidades envolvidas são muitas. Como exemplos, podemos citar a obtenção de alimentos de qualidade a baixo custo e o envolvimento em programas de alimentação, saúde e educação ambiental, desenvolvidos pelas escolas. Além disso, as hortas também oferecem uma oportunidade para abordar a questão da sustentabilidade, que é uma das preocupações mundiais.
Coordenador(a): Gilmara Mabel Santos 

Título: Grupo de Recitação Poética LITERÂNIMA
Descrição: O grupo de recitação poética Literânima é originário do Projeto de Pesquisa, Ensino e Extensão Poesias Utópicas, criado na UAG-UFRPE desde março de 2011, e apresenta como objetivo central coletar poemas de escritores de Garanhuns e região, levando-os ao público através de saraus, varais, intervalos poéticos e recitais, nestes últimos primamos pela leitura performática dos textos que servirão de base para análises e posteriores montagens cênicas. Acreditamos que usando esses recursos de veiculação tornamos visíveis a produção poética local ao nos apresentarmos em eventos nos espaços públicos, escolares e acadêmicos.
Coordenador(a): Marcia Felix da Silva Cortez 

Título: Radares: agremiação e eventos literários
Descrição: O subprojeto 'Radares: agremiação e eventos literários', inserido no Projeto 'Radar literário UAG', visa à integração de vozes literárias, consubstanciadas em seus processos de produção e leitura no âmbito acadêmico da Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG/UFRPE). Trata-se, na prática, da agremiação de escritores (e pretensos escritores) de literatura da comunidade acadêmica e local em eventos literários que reflitam sobre a criação literária, além da difusão dos escritos entre si e para um público maior, num exercício de produção cultural atento à formação holística do discente, tanto quanto seu envolvimento com seu meio cultural. Uma vez gerido por estudantes do Curso de Licenciatura em Letras da UAG/UFRPE, a convivência de escritores, em atividades de produção de escrita e leitura literárias, deverão proporcionar o contato pragmático com a criação da arte literária, alargando suas possibilidades teóricas e críticas.
Coordenador(a): Nilson Pereira de Carvalho 

Título: Cineclube UAG na rua
Descrição: CINECLUBE UAG NA RUA é uma inciativa do Projeto  CINECLUBE UAG, este último criado desde maio deste ano na UAG-UFRPE, e que objetiva tornar acessível às comunidades carentes de Garanhuns  obras cinematográficas nacionais e internacionais para, assim, democratizar o audiovisual ao exibir filmes nos espaços públicos e abertos: ruas, praças etc, em que primaremos por temáticas estéticas e éticas e que abordem a valorização da cultura brasileira, pois entendemos que o cinema ainda é um bem cultural restrito a uma parcela pequena da população, em especial, na cidade de Garanhuns.
Coordenador(a): Marcia Felix da Silva Cortez 

Título: Utilização da pesquisa de opinião como recurso metodológico no processo de ensino-aprendizagem
Descrição: O Programa Nossa Escola Pesquisa Sua Opinião (NEPSO) é uma iniciativa do Instituto Paulo Montenegro, ligada ao IBOPE, que realiza projetos sociais na área de educação. Iniciado no ano de 2000, seu objetivo é desenvolver e disseminar práticas educativas inovadoras, que contribuam para a melhoria do sistema de ensino do país. O principal objetivo do programa Nossa Escola Pesquisa sua Opinião é promover o uso pedagógico da pesquisa de opinião pelas escolas da rede pública. Ao participar do programa, o professor aprende a planejar e realizar projetos de ensino. Nesse sentido, a metodologia estimula o uso do universo do estudante e do professor para a construção do conhecimento. Faz do estudante e do professor autores do aprendizado, promovendo o protagonismo dos principais atores da educação. Portanto, o NEPSO propõe uma alternativa à organização tradicional dos conteúdos em seqüências rígidas e por disciplinas.    A Universidade Federal Rural de Pernambuco, desde 2007 participa do Programa NEPSO e tem se destacado pelo seu envolvimento no âmbito desse Programa, especialmente durante seminários estaduais, três dos quais realizados na Unidade Acadêmica de Garanhuns, com envolvimento de estudantes e professores. Além disso, destaque-se, também, sua participação nos últimos congressos internacionais do NEPSO/IBOPE/UNESCO. Dentre as ações prinicipais do projeto estão o acompanhamento das escolas que desenvolvem projetos NEPSO e que estão vinculadoas ao polo Pernambuco; uma uma pesquisa de opinião sobre o que pensam cidadãos de Garanhuns sobre a UAG/UFRPE e; um curso de extensão a ser oferecido a professores da rede municipal de educação de Garanhuns.
Coordenador(a): Glória Maria Duarte Cavalcanti 

Título: Implantação de hortas agroecológicas em escolas públicas do Município de Garanhuns 
Descrição: As hortaliças, folhosas (alface, couve), frutos (tomate, vagem), flores (couve-flor, brócolis), raízes (cenoura, beterraba), são alimentos muito importantes para a alimentação humana, pois são ricas em vitaminas, sais minerais e outros nutrientes. A produção orgânica ou agroecológica destes produtos é de extrema importância para garantir a segurança alimentar, além de permitir a conservação do ambiente pela redução de produtos químicos lançados no meio. A implantação de hortas agroecológicas nas escolas do Agreste Meridional torna-se importante, uma vez que na região não existe projetos com esta finalidade de incentivar e ensinar tanto as crianças como professores a importância desta atividade. Este projeto tem como objetivo difundir técnicas de produção nas escolas publica de Garanhuns com a implantação de hortas agroecológicas. As escolas serão visitadas e feito a conscientização da relevância desta atividade onde serão produzidas as hortaliças e as mesmas utilizadas na confecção da merenda escolar. 
Coordenador(a): Mácio Farias de Moura 

Título: Demonstração e transferência de tecnologia de sistemas de plantio de soja para produção de forragem e grãos
Descrição: A microrregião do Agreste Meridional é muito importante para o Estado de Pernambuco por concentrar na região a maior bacia leiteira, responsável pela criação de rebanhos bovinos de leite, que necessitam de grande quantidade de alimentos proteicos e energéticos. A soja é uma espécie de planta leguminosa que apresenta algumas vantagens para o cultivo, pois é autosuficiente na fixação de nitrogênio para a planta, indispensável na produção de proteínas, sendo importante para a alimentação de vaca leiteira. Por necessitar de fontes de alimentos proteicos, o pecuarista tem empregado de recursos financeiro para comprar tortas e farelos de soja, puro ou formulado, em estados produtores dessa leguminosa, sendo refém da oscilação do preço dessa 'commodit' e exportadora de recursos financeiros para outros estados. Garanhuns, por apresentar clima de altitude, tem potencial para cultivar a soja como adubo verde, fitomassa para produção de alimento animal (silagem) e produção de grão para obtenção de óleo e tortas e farelos. Para tanto, a avaliação de cultivares em sistemas de plantio é fundamental para a escolha da melhor opção. Assim, a apresentação dos melhores resultados aos agricultores na forma de palestras, folder e de dias de campo, poderá promover a inserção da soja na produção alimentos para a bacia leiteira do Agreste Meridional. O trabalho já foi implantado em meio hectare com dez cultivares provenientes da EMBRAPA/Soja e EPAMIG/Minas Gerais, e o trabalho de extensão ocorrerá divulgando os melhores resultados aos estudantes e produtores da região de Garanhuns-PE.
Coordenador(a): Jeandson Silva Viana

Título: Implementação de sistemas agrossilvipastoris em pequenas propriedades rurais no agreste meridional de Pernambuco II (cópia) 26-10-2012
Descrição: O referente projeto visa trazer ao produtor familiar e sociedade rural a perspectiva agroecológica, melhorando sua produção com associação de cultivo agrícola e pecuária através dos sistemas Agrosilvipastoris como modelo de produção; e por meio desse pensamento pretende implementar alternativas sustentáveis que tragam desenvolvimento produtivo e rentabilidade as propriedades atendidas como forma de estimular a continuidade do trabalho proposto e acréscimo de potencial produtivo construindo consequente educação socioambiental na região estudada. Assim, serão favorecidos e fortalecidos os vínculos entre universidade, produtores, e entidades governamentais e não-governamentais; aliando as políticas públicas como o PAA e PNAE incentivando os produtores a venda de sua produção. A metodologia adotada será baseada na pesquisa-ação e para a integração dos  resultados diagnosticados em seu decorrer serão realizados fóruns de discussão entre os atores envolvidos na realização do trabalho e periódicas visitações aos campos de estudo.
Coordenador(a): Luciano Pires de Andrade 

Título: Utilização de sistemas agroflorestais como alternativa de renda para agricultores familiares do Agreste Meridional de Pernambuco II (Cópia) 17-10-2012
Descrição: O presente projeto tem por objetivo continua o trabalho de monitoramento e capacitação dos  agricultores familiares do Agreste Meridional de Pernambuco onde foram implantados Sistemas agroflorestais – SAF’s em 2011 a partir de ação financiada pelo CNPq em projeto de pesquisa desenvolvido por docentes da UAG/UFRPE. A ação visa acompanhar e consolidar dez áreas implantadas em cinco municípios da região, possibilitando que todos os atores envolvidos nessa proposta possam adquirir capacidade de evoluir em atividade de campo quando presenciarem desafios, além de proporcionar a difusão da proposta junto aos beneficiários, parceiros e produtores familiares. Segundo LAGO e PÁDUA (1985), “o termo agroecologia significa a aproximação da ecologia à agricultura. Assim os Sistemas Agroflorestais surgem como alternativas para organização de uma propriedade de consciência Agroecológica. Dessa forma possibilitar o cumprimento do objetivo proposto, proporcionando experiências para os agricultores familiares onde é possível organizar em uma mesma área a produção e o cuidado com o ambiente, destacando outras vantagens do sistema. E, por fim, avaliar os Sistemas Agroflorestais na região, propondo-os como alternativas para pequenos agricultores, aproveitando melhor sua área, buscando obter uma exploração economicamente viável intensiva.
Coordenador(a): Luciano Pires de Andrade 

Título: Rodas de debate e Núcleo de Agroecologia e agricultura familiar e camponesa 
Descrição: O presente projeto tem como objetivo continuar o trabalho do Grupo de Estudo e Debates sobre Agroecologia e Agricultura Familiar Camponesa na UAG/UFRPE, fortalecendo uma iniciativa já em andamento que vem reunindo professores/pesquisadores, extensionistas, alunos, agricultores familiares, movimentos sociais e interessados em Agroecologia. Como etapas do projeto haverá três etapas: sensibilização e divulgação; Estudos e debates; participação e promoção de eventos. O Núcleo em Agroecologia pretende estimular o debate, promover estudos específicos em torno da temática, realizar visitas às propriedades agroecológicas, apoiar projetos de processos de reconversão na perspectiva da agroecologia por meio de uma incubadora tecnológica de organizações coletivas junto a rede produtiva do feijão. Este projeto tem a parceria do IPA/ Rede Temática de Agroecologia, PRORURAL, Rede de educadores em Economia Solidaria e uma articulação junto à UFRPE/sede, Departamento de Educação e a Associação Brasileira de Agroecologia- ABA e Sociedade Latinoamericana de Agroecologia- SOCLA. A incubora a ser formada será integrada a rede de Incubadoras Tecnológicas de Cooperativas Populares - ITCps , dentro da política do PRONINC (Programa Nacional de Incubadoras) atendendo aos agricultores do agreste meridional.
Coordenador(a): Horasa Maria Lima da Silva Andrade 

Título: Capacitação de produtores de Caetés-PE para o manejo de bezerros e controle de doenças umbilicais
Descrição: Para que se atinja o sucesso na bovinocultura leiteira é de vital importância o manejo adequado dos bezerros, que serão os responsáveis pela futura produtividade do rebanho. Portanto, é necessária baixa morbidade e mortalidade nesta fase, e para isso deve existir especial atenção nos primeiros dias de vida. Na literatura há elevadas taxas de morbidade de doenças, sendo a grande maioria decorrente de falha no manejo neonatal, dentre eles o manejo do coto umbilical, e consequentemente a ocorrência de doenças focais e sistêmicas. No município de Caetés-PE a renda de grande parte da população depende, direta ou indiretamente, da pecuária leiteira, porém não existem ações para a capacitação dos produtores quanto à questão dos bezerros. O projeto tem como objetivo a avaliação clínico-epidemiológica da ocorrência de doenças umbilicais em bezerros no município de Caetés-PE, e elaborar estratégias de controle destas doenças através da capacitação dos produtores. Serão realizadas visitas às propriedades de exploração leiteira, analisando o manejo adotado e caso o problema seja detectado os animais serão avaliados clinicamente e amostras de sangue serão coletadas para testes laboratoriais visando relatar o estado de saúde dos animais. As ações educativas serão baseadas em palestras ministradas aos produtores, mostrando como devem ser as formas de prevenção dos problemas em bezerros decorrentes das doenças umbilicais.
Coordenador(a): Rodrigo Yanaka 

Título: Linux Educacional: Formação de professores para utilização softwares livres na educação. 
Descrição: A maioria dos computadores que constituem os laboratórios de informática nas escolas públicas possui como sistema operacional o Linux Educacional gerando dificuldades em sua utilização por parte dos professores que estão habituados com o sistema operacional da Microsoft.   Desta forma, a proposta deste projeto de extensão é organizar oficinas destinadas a professores do ensino fundamental da rede pública de ensino no município de Garanhuns.  Em tais oficinas será discutido como utilizar as ferramentas do Linux Educacional e como produzir materiais didáticos digitais voltados para o ensino fundamental. O conteúdo trabalhado nas oficinas versará sobre as teorias da aprendizagem, bem como metodologias de uso e elaboração de recursos instrucionais digitais. Dessa forma temos por objetivo fornecer os subsídios necessários aos professores para utilização de conteúdos digitais em sala de aula, proporcionando assim uma melhor aplicação dessas novas tecnologias. Esperamos que através dessas oficinas os professores passem a utilizar os laboratórios de informática que possuem o Linux Educacional de forma mais efetiva tornando as aulas mais lúdicas e ao mesmo tempo mais instrutivas.  
Coordenador(a): Mariel José Pimentel de Andrade 

Título: Professores Autores: auxiliando professores na construção de conteúdos digitais educacionais. 
Descrição: A proposta deste projeto de extensão é organizar oficinas destinadas à professores do ensino fundamental que lecionam a disciplina de matemática. Em tais oficinas será discutido como utilizar e produzir materiais didáticos digitais voltados para o ensino de matemática. O conteúdo trabalhado nas oficinas versará sobre as teorias da aprendizagem, bem como metodologias de uso e elaboração de recursos instrucionais. Dessa forma temos por objetivo fornecer os subsídios necessários aos professores de matemática para produção e utilização de conteúdos digitais em sala de aula, proporcionando assim uma melhor aplicação dessas novas tecnologias. Após o término das oficinas serão realizadas avaliações no sentido de identificar um aumento do uso de recursos digitais em sala de aula e investigar qual a aceitabilidade, por parte dos professores, dessa ferramenta cognitiva. Esperamos que através dessas oficinas os professores passem a utilizar de forma mais efetiva os recursos digitais de forma a tornar as aulas mais lúdicas e ao mesmo tempo mais instrutivas  
Coordenador(a): Mariel José Pimentel de Andrade 

Título: Integração Digital Universidade-Territórios da Cidadania em Pernambuco 
Descrição: Os Territórios do Agreste Meridional e o Sertão do Pajeú, em Pernambuco, fazem parte de um projeto de pesquisa da UFRPE/UAG vinculado ao MDA/SDT e aprovado pelo CNPq, cujo temática está relacionada ao acompanhamento e avaliação do Programa Desenvolvimento Sustentável de Territórios Rurais. Esse projeto integra e complementa ações que visam o desenvolvimento sustentável desses territórios em conjunto com as ações que vem sendo realizadas pelos Colegiados Territoriais vinculados aos territórios da cidadania. Com o desenvolvimento das pesquisas e início das análises vem-se detectando entraves relacionados as formas de comunicação entre os membros e instituições envolvidas com o processo relativo a continuidade desse programa. Com o objetivo de melhorar e incrementar as formas de comunicação entre os atores que participam desse programa e incrementar as relações existentes entre os atores desses territórios, criou-se como uma complementação ao projeto em execução, pela UFRPE/UAG, o site www.territoriosruraispe.com.br. Através desse site pretendemos estreitar as relações tanto entre os membros dos colegiados, e a Universidade é parte dele, quanto disponibilizar informações acadêmicas e de todos os outros participantes com o intuito de reativar o interesse pelo programa e buscar a continuidade do processo de desenvolvimento sustentável desses territórios. 
Coordenador(a): Victor Pereira de Oliveira 

Título: Inserção da mulher na Ciência da Computação no município de Garanhuns
Descrição: A presente proposta tem como premissa básica, a inserção da mulher na ciência, mais especificamente no curso de Bacharelado em Ciência da Computação, na Universidade Federal Rural de Pernambuco, no município de Garanhuns, uma vez que o número de mulheres ingressantes neste curso é inferior a 15% de um total de 40 estudantes.  Para isso, realizar-se-á ações de apresentação e ensino básico (minicursos) de conceitos iniciais das diversas áreas da computação, de hardware e de desenvolvimento lógico para a construção de programas, além de demonstrar iniciativas computacionais e empreendedoras na área do negócio computacional, para estudantes-mulheres do ensino médio, nas escolas públicas e privadas no município de Garanhuns.  Espera-se como resultado, além do aumento do número de mulheres no curso de Ciência da Computação, uma maior participação de cada estudante do ensino médio, como embaixadora do curso de Ciência da Computação da UFRPE/UAG, para que estas estudantes atuem em suas escolas e comunidades como agentes de divulgação e assim, favorecer a inclusão da mulher na Ciência.  
Coordenador(a): Sérgio Francisco Tavares de Oliveira Mendonça 

Título: I Encontro De Ciência E Tecnologia De Alimentos
Descrição: 
Coordenador(a): Tatiana Souza Porto

Título: Leitura e tecnologia: uma interação para o desenvolvimento crítico-textual 
Descrição: 
Coordenador(a): Niege da Rocha Guedes

Título: II Seminário de Sistemas Agroflorestais: Discutindo uma Nova Proposta de Produção 
Descrição: 
Coordenador(a): Luciano Pires de Andrade

Título: Citizen-sourcing como ferramenta de auxílio ao  governo eletrônico local 
Descrição: 
Coordenador(a): Alixandre Thiago Ferreira Santana

Título: Pronúncia do Inglês Norte Americano
Descrição: 
Coordenador(a): Orison Marden Bandeira de Melo Júnior

Título: Jornada da Arte: Seu ensino e sua história na Pedagogia
Descrição: 
Coordenador(a): Fernando Antonio GonÇalves de Azevedo

Título: Histórias em Quadrinhos: um lugar de leitura, de oralidade e de escritura
Descrição: 
Coordenador(a): Dennys Dikson Marcelino da Silva

Título: I Semana de Língua Inglesa
Descrição: 
Coordenador(a): Orison Marden Bandeira de Melo Júnior

Título: Programa de Incentivo à Criação de Unidades de Conservação
Descrição: 
Coordenador(a): Marcos Renato Franzosi Mattos

Título: V Encontro De Medicina Veterinária Do Agreste Pernambucano
Descrição: 
Coordenador(a): Neuza de Barros Marques

Título: Reciclando brincadeiras
Descrição: 
Coordenador(a): Catarina da Silva Souza 

Título: I Jornada de Especialidades em Medicina Veterinária (JEMEV)
Descrição: 
Coordenador(a): Rute Chamié Alves de Souza

Título: O Diagnóstico Post-mortem na Medicina Vetreinária
Descrição: 
Coordenador(a): Márcia Bersane Araújo de Medeiros Torres

Título: English Workshops I
Descrição: 
Coordenador(a): Cristiano Soares de Lima